Vous êtes sur la page 1sur 9

GIABA

Grupo Intergovernamental de Ação


contra o Branqueamento de Capitais
na África Ocidental

Cooperação Internacional
Cooperação internacional

 GIABA

 Principal papel: a protecção das economias dos


Estados membros da CEDEAO, contra abusos com o
objectivo de branquear os rendimentos do crime.

 Missão: a promoção da implementação dos padrões


internacionais aceitáveis do branqueamento de
capitais e o financiamento do terrorismo.
Cooperação internacional
GIABA
 Implementação das 50 recomendações da GAFI
(Grupo de Acção Financeira )

OBJECTIVOS ESATRATÉGICOS DO GIABA


1). - OBJECTIVO:
Estimular a acção e apoiar os Estados membros a
adoptar uma legislação que criminaliza a lavagem de
capitais e o financiamento do terrorismo;

garantir que as referidas legislações sejam aplicadas


eficazmente.
Cooperação internacional
GIABA

2). - OBJECTIVO:
Realizar avaliações mútuas dos membros para determinar o
nível da sua conformidade com padrões internacionais e
práticas aceitáveis, das quais instrumentos internacionais
relevantes, bem como as 50 recomendações da GAFI; e
determinar a eficácia e eficiência das medidas adoptadas para
combater esses males.
3). - OBJECTIVO:
Realizar exercícios de tipologia para determinar os riscos, os
métodos e os mecanismos para o branqueamento de capitais
e do financiamento do terrorismo.
Cooperação internacional

4). - OBJECTIVO:
Apoiar os Estados membros a dotar-se de
capacidades para combater os fenómenos, através
da criação de Células Nacionais de Tratamento de
Informações Financeiras ou Unidades de Informação
Financeira.
5). - OBJECTIVO:
Promover parcerias estratégicas, principalmente
com a sociedade civil e os órgãos de comunicação
social para a tomada de medidas contra esses
fenómenos.
Cooperação internacional
 GIABA
 Depende do apoio financeiro dos Estados membros
da CEDEAO;
 E de outros parceiros de desenvolvimento para
fornecer a assistência técnica aos estados
membros.
 Objectivo: Criar o quadro e a capacidade necessários
para enfrentar os problemas de lavagem de capitais e
financiamento do terrorismo e para intensificar o
processo de integração regional da CEDEAO.
Cooperação internacional

 MEMBROS DO GIABA
 15 PAISES DO 10. MALI
CEDEAO: 11. NIGER
1. BENIN 12. NIGERIA
2. BURKINA FASO 13. SENEGAL
3. COTE D’IVOIRE 14. SERRA LEOA
4. CABO VERDE 15. TOGO
5. GAMBIA 16. Observador SÃO TOMÉ
6. GANA E PRÍNCEPE
7. GUINE BISSAU
8. GUINE KONACRY
9. LIBERIA
Estatuto de observador no seio do GIABA

1. Bancos Centrais dos 7. ONUDC


Estados signatários, 8. Banco Mundial,
2. Comissões Regionais de 9. Fundo Monetário
Valores Mobiliários e Internacional,
Câmbio, 10.GAFI,
3. UEMOA, 11.Interpol,
4. Banco Oeste-Africano de 12.OMA,
Desenvolvimento (BOAD), 13.Secretariado da
5. Conselho Regional de Commonwealth
Poupança e Mercados 14.Grupo Egmont
Financeiros, 15.República de São Tomé e
6. Banco Africano de Príncipe.
Desenvolvimento (BAD),
GIABA: quatro órgãos principais.

Comité Ministerial Ad Hoc


Secretariado:
: composto por três ministros
responsáveis ​pelas Finanças, sede em Dakar -
Justiça e Interior / Segurança Senegal.
de cada Estado membro.

Comissão Técnica:
integra especialistas Rede de
dos Ministérios Correspondente
referidos dos s nacionais
Estados membros.