Vous êtes sur la page 1sur 18

Gerador Trifásico

SISTEMAS TRIFÁSICOS

O sistema trifásico (ou 3φ) recebe este


nome porque possui três tensões defasadas
de 120º (ou 2π/3rad) entre si. Se essas
tensões tiverem a mesma amplitude, o
gerador que produz estas tensões é dito
balanceado.
VANTAGENS DO SISTEMA
TRIFÁSICO
 A corrente na linha é menor, reduzindo o diâmetro dos
condutores da instalação.
 Permite alterar a tensão na carga pela mudança da
configuração do gerador e/ou da carga.
 Pode ser utilizado, também, para alimentar cargas
monofásicas.
 Os motores trifásicos têm menores dimensões que os
monofásicos de mesma potência e apresentam melhor
desempenho.
GERADOR TRIFÁSICO
Ele é composto por três enrolamentos fixos,
denominados fases, posicionados
geometricamente de modo que a tensão
induzida em cada fase encontra-se atrasada
de 120º em relação a uma e adiantada de
120º em relação à outra fase.
GERADOR TRIFÁSICO

Figura 1 - Gerador trifásico, detalhes construtivos com (a) campo móvel com geração no estator; (b) campo fixo com geração no
rotor (c) enrolamentos e (d) formas de onda.
Princípio de Funcionamento de um Gerador Elétrico Trifásico

 A característica principal de um gerador elétrico é transformar


energia mecânica em elétrica.
Princípio de Funcionamento de um Gerador Elétrico Trifásico

e  B. l. v. sen ( B ^ v)
Onde :
e forca eletromotriz(f .e.m);
B inducao do campo magnetico;
l comprimento de cada condutor;
v velocidade linear.
 Para N espiras teremos:

e  B. l. v. sen ( B ^ v) . N
Princípio de Funcionamento de um Gerador Elétrico Trifásico

 A variação da f.e.m. no condutor em função do tempo é determinada


pela lei da distribuição da indução magnética sob um polo.

 Esta distribuição tem um caráter complexo e depende da forma da


sapata polar. Com um desenho conveniente da sapata poderemos
obter uma distribuição senoidal de induções.

 Neste caso, a f.e.m. induzida no condutor também varia com o tempo


sob uma lei senoidal.
 Para uma maquina de um par de polos, a cada giro das espiras
teremos um ciclo completo da tensão gerada.

 Os enrolamentos podem ser construídos com um numero maior de


pares de polos, que se distribuirão alternadamente (um norte e um
sul). Neste caso, teremos um ciclo a cada par de polos.

 Sendo "n" a rotação da maquina em "rpm" e "f" a frequência em ciclos


por segundo (Hertz) teremos:
Gerador Elétrico Trifásico

R
S

T
GERACAO DE CORRENTE TRIFASICA

 O sistema trifásico é formado pela associação de tres sistemas monofásicos


de tensoes U1, U2 e U3, tais que a defasagem entre elas seja de 120 graus.
GERACAO DE CORRENTE TRIFASICA

 O enrolamento desse tipo de gerador e constituído por tres conjuntos de


bobinas dispostas simetricamente no espaco, formando entre si também um
angulo de 120 graus.

 Para que o sistema seja equilibrado, isto é, U1 = U2= U3 o numero de


espiras de cada bobina também deverá ser igual.

 A ligação dos três sistemas monofasicos para se obter o sistema trifásico é


feita usualmente de duas maneiras, representadas nos esquemas seguintes.
LIGAÇÕES NO SISTEMA TRIFÁSICO
 Ligação Triângulo:
 Ligação Triângulo:

 A tensão entre dois quaisquer destes tres fios chama-se "tensão de


linha" (VL), que é a tensão nominal do sistema trifásico. A corrente
em qualquer um dos fios chama-se "corrente de linha“ (IL).

1) A cada carga é aplicada a tensão de linha "VL", que é a própria tensão


do sistema monofásico correspondente, ou seja, VL = Vf.

2) A corrente em cada fio de linha, ou corrente de linha "IL", e a soma


das correntes das duas fases ligadas a este fio, ou seja, IL = If1 + If3.
Como as correntes estão defasadas entre si, a soma devera ser feita
graficamente, como mostra a figura 2.2. Pode-se mostrar que:.

I L  I f  3  1,732  I f
 Ligação Estrela:
 Ligação Estrela:

 Ligando um dos fios de cada sistema monofásico a um ponto comum


aos três; os três fios restantes formam um sistema trifásico em estrela.
As vezes, o sistema trifásico em estrela é chamado "a quatro fios" ou
"com neutro".

 A tensão de linha, ou tensão nominal do sistema trifásico, e a corrente


de linha são definidos do mesmo modo que na ligação triangulo.

1) A corrente em cada fio da linha, ou corrente de linha (IL), e a mesma


corrente da fase a qual o fio esta ligado, ou seja, IL = If.
2) A tensão entre dois fios quaisquer do sistema trifásico e a soma
gráfica das tensões das duas fases as quais estão ligados os fios
considerados, ou seja:

VL  V f  3  1,732 V f
Relação entre tensões (linha/fase), correntes (linha/fase) e
potencia em um sistema trifásicos.
REFERÊNCIAS

Rêgo, A. K.; Rodrigues, C. L. C. Eletricidade em CA. Ouro


Preto: Instituto Federal de Minas Gerais – CEAD, 2015.