Vous êtes sur la page 1sur 17

Equipe:

Clarelis Felix Amorim


Elivelton Luiz Semião Ferraz
Jennifer Cristina Felix Moreira
Pedro Henrique Antenor Naves
Suzana Pereira Cândido
Thacyo Bruno Custódio de Morais

Universidade Federal de Lavras – UFLA


GAE 101 – Comportamento Humano nas Organizações
Prof.ª Drª. Monica Alves Carvalho Cappelle
Capítulo 1
Comportamento Organizacional

 Produtividade alta;
 Líder e porta voz;
 Ausência de absenteísmo;
 Habilidades técnicas.
Capítulo 2:
Diversidade nas organizações

Diversidade nas características do grupo;


Características Biográficas;
Habilidades físicas e intelectuais;
Gestão da diversidade.
Capítulo 3:
Atitudes e Satisfação no trabalho
 Afetivo:Silas teve sentimento de vergonha ao ter
que usar óculos escuro. Comportamento: Reagiu
tirando-o do rosto.
 Silas e Nia entraram em dissonância cognitiva.
 Silastem uma atitude negativa, o seu sentimento
foi de medo ao acreditar que seu chefe havia
descoberto seu caso com Nia.
 Não apresentam satisfação no trabalho.

Universidade Federal de Lavras – UFLA


GAE 101 – Comportamento Humano nas Organizações
Prof.ª Monica
Não demonstram satisfação. . .
Capítulo 4:
Emoções e sentimentos

Emoções e sentimentos são inibidos.


Presença de forte dissonância emocional nos
protagonistas.
Capítulo 5:
Personalidade e valores
Cada indivíduo tem sua particularidade: pensam,
falam e agem de forma distinta;
As características presentes na personalidade de
Nia são:
Automonitoramento - alto
Aversão ao risco – média
Personalidade tipo B
Capítulo 5:
Personalidade e valores
Silas apresenta os seguintes traços de
personalidade:
Aversão ao risco - baixo
Automonitoramento – médio
O que são valores?
Nia e Silas lutam pelo amor e felicidade
Capítulo 6
Percepção e tomada de
decisão
É notável que as emoções e sentimentos influenciam nas
percepções de um indivíduo.
 Osoutros personagens em nenhum momento perceberam que
Nia continha o “vírus” (que conseguira esconder por mais de
um ano), somente Silas, pois o mesmo também possuía.
 As pessoas viviam em uma rotina cotidianamente, não tendo
uma visão ampla do contexto em que estavam inseridas, e
consequentemente não interpretavam suas impressões no dia-
a-dia.
E foi através de sua percepção que Silas
percebeu que seu sentimento por Nia era
recíproco.
 As decisões já eram estabelecidas, não havia
interpretação e avaliação de informação.
 Indivíduos eram justos, penalizando qualquer
pessoa, seja ela da Saúde e Segurança, ou apenas
um trabalhador.

Universidade Federal de Lavras – UFLA


GAE 101 – Comportamento Humano nas Organizações
Prof.ª Monica
Capítulos 9 e 10:
Grupos e equipes
 Há formação de dois grupos no filme:
 Grupo formal de comando e de tarefa dentro da
organização, no qual os funcionários dependem uns
dos outros para realização de um objetivo comum.
Grupo informal de amizade no qual os
personagens do filme que possuem a síndrome
ligada se reúnem para apoiarem uns aos outros
Capítulo 18:
Mudança Organizacional e
estresse
Resistência à mudança
Sinais de estresse
Debate
 Como futuros administradores, vocês acreditam
que as emoções ajudam ou atrapalham um gestor
no ambiente de trabalho?
Situação problema.
Referências
WIKIPEDIA. Percepção. Disponível em:
<https://pt.wikipedia.org/wiki/Percep%C3%A7%C3%A3o>.
Acesso em: 02 Ago. 2017.
WIKIPEDIA. Đồng điệu(phim). Disponível em:
<https://vi.wikipedia.org/wiki/Đồng_điệu_(phim)>. Acesso em: 02
ago. 2017.
ROBBINS, Stephen Paul, JUDGE, Timothy A., SOBRAL, Felipe.
Comportamento Organizacional: Teoria E Prática No Contexto
Brasileiro. 14ª ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010. 660p.
DOREMUS, Drake. Quando te conheci. [Filme-vídeo]. Produção
de Michael Pruss, Chip Diggins, Ann Ruark. Michael Schaefer,
Ridley Scott e Jay Stern, direção de Drake Doremus. Estados
Unidos, 2015. 1 DVD-R, 101 minutos. color. som.
Obrigado(a)!