Vous êtes sur la page 1sur 14

CONSTRUÇÃO IV - UNISINOS - 2018/2

Alvenaria estrutural é um sistema de


construção em que as paredes da edificação
fazem a função estrutural, não sendo
necessário o emprego de vigas e pilares para a
sustentação do edifício, substituindo o método
tradicional de concretagem.

A alvenaria do tipo estrutural se caracteriza


pelo emprego de blocos de concreto
autoportantes.
Características
É uma alvenaria com a função de sustentar o
peso da estrutura. Portanto, não deve ser
confundida com alvenaria de vedação.

Os blocos de alvenaria estrutural podem ser


de concreto ou cerâmica e são vazados na
vertical, não possuindo fundo.

A alvenaria estrutural pode ser armada em


caso de edifícios mais altos ou não armadas
para edifícios de até 4 pavimentos.
Vantagens
 Redução do consumo de formas de
madeira, aço e concreto.
 Maior rapidez na construção.
 Custo reduzido em relação ao sistema
convencional de vigas, pilares e lajes.
 Facilidade no treinamento de mão de obra.
 Maior organização no canteiro de obras.

Desvantagens
 Arquitetura e design restringidos pelo
tamanho e forma dos blocos estruturais.
 Se sua edificação foi construída
com alvenaria estrutural e deseja
derrubar uma parede, solicite uma
avaliação de um engenheiro.
 A estrutura pode cair se uma parede for
retirada sem os devidos cuidados
P
R
ESCANTILHÃO
CARRO DE MAO
O
C
CAPACETE E
S
OCULOS S
GIZ O
1
PALHETA

M
GIZ
PRUMO DE
NIVEL
A
LUVAS R
C
COLHER DE PEDREIRO
A
Ç
Ã
LINHA ESQUADRO O
TRENA

BOTAS
P
R
 Planta da O
 Planta de locação
primeira fiada. C
das instalaçoes
E
S
S
O
1

M
A
R
 Elevação da alvenaria  Marcação da alvenaria C
Indicando diagonais e dimensões no projeto A
Ç
Ã
O
P
R
O
C
E
S
S
3.- Marcação das
O
4.- Conferindo
1.- Marcação das 2.- Indicar o lado de paredes
perpendiculares esquadro 1
direções da parede assentamento dos
blocos
M
A
R
C
A
Ç
Ã
5.- Conferir posição O
das instalações
7.- Mapeamento dos níveis
na direção das paredes 8.- Instalação dos
gabaritos de portas

6.- Fixação dos escantilhões


P
R
O
BLOCOS; C
CAPACETE E
S
OCULOS S
CARRO DE MAO
O
ESCANTILHÃO
BARRAS DE AÇO 1

M
A
LUVAS R
PALHETA PRUMO DE
NIVEL C
CIMENTO
A
Ç
Ã
COLHER DE
O
GABARITO DE
PORTA PEDREIRO

BOTAS
ANDAIMES TRENA
ESQUADRO
P
R
O
C
 Elaboração do plano de execução do E
serviço contemplando a distribuição S
racional da equipe. S
O
 Verificação do abastecimento dos 2
componentes: blocos e pré-moldados;
materiais, ferramentas e equipamentos no E
tempo correto que permitam o início do L
serviço. E
V
 Umedecer os blocos a serem usados. A
Ç
 O pavimento onde a alvenaria será Ã
executada deve ficar limpo O
P
2.-Aplicar a argamassa de R
Execução da 1a fiada assentamento na largura O
aproximada do bloco C
1.-Molhar a superfície do pavimento
E
na direção da parede antes da
S
aplicação da argamassa
S
O
2

E
L
E
V
A
4.- Verificação das Ç
aberturas para Limpeza Ã
Locação e tolerâncias O
3.- Observar a amarração dos dimensionais dos vãos
blocos conforme o projeto
Verificações importantes na execução da primeira fiada
Na primeira fiada deve-se verificar o seguintes :
Posição dos blocos com aberturas destinadas a limpeza dos pontos que serão grauteados
P
A execução da alvenaria a partir da segunda
R
fiada torna-se intuitiva, quase “automática”,
Execução das demais fiadas O
C
E
S
S
O
2

E
5.- argamassa será colocada 6.-Utilizar a bisnaga
L
com a palheta nas paredes para preencher as
E
longitudinais e transversais juntas verticais
V
A
Ç
Ã
O

7.-Com o martelo 8.-Conferir constantemente o alinhamento com o


de borracha alinhar prumo de nivel para realizar as siguientes fiadas.
o bloco
P
R
AREIA; BRITA
O
C
CAPACETE E
S
OCULOS
CARRO DE MAO S
O
3
AGUA

G
R
LUVAS A
MEZCLADOR
U
T
E

ANDAIMES
BOTAS
CIMENTO
P
R
O
Limpar o interior dos blocos a Nos vãos onde serão instaladas as
C
cada 6 fiadas utilizando barra de esquadrias, são assentados blocos tipo
canaleta que, depois de receberem
E
Açopara retirar o ecceso de
argamassa. barras de aço e graute. S
S
O assentamento de blocos tipo “U”
Umedecer os blocos a ser (canaleta), tipo “J” e tipo compensador O
grauteados. para a execução de cintas, vergas e 3
contra vergas é feito da mesma forma
que os blocos convencionais. G
R
A
U
T
E
P
R
O
C
E
S
S
2.- LIMPEZA DE ARGAMASSA 3.- GRAUTEAMIENTO CON FUNIL O
SOBRANTE NOS BLOCOS
3

G
R
1.-Colocar a armadura A
vertical U
T
E
BLOO ‘U’ BLOO ‘J’
CANALETA
4.- GRAUTEAMIENTO NOS FUROS E CANALETAS
INDICADOS NO PROJETO
P
R
O
C
E
S
S
O
3

I
N
S
T
A
L
A
Ç
O
E
S