Vous êtes sur la page 1sur 37

Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

Centro de Biociências e Biotecnologia


Ecologia Geral
Paulo Pedrosa

Bárbara Pitta Della Noce


Dalvania Pinho Domingues
Fralini dos Santos Marcilio
Gisele Cordeiro Fernandes
Lorrana Abud Licassali
Milena Amendro Faria
Níbia Moço Chagas
Vinícius Ferreira Pinto
Plano de Aula

Ano Letivo: 2009


Escola: Escola Estadual Baltazar Carneiro
Disciplina: Ciências Série: 6° ano Turma:601
Tempos de aulas: três (50 min) Data:30/06/09
Tema:
Os grandes biomas da Terra.

Delimitações Temáticas:
Os biomas em nossa região e sua conservação.

Conteúdos:
Conceituação de Bioma.
Fatores que influem na caracterização e na distribuição dos biomas no globo.
Biomas terrestres.
Formações do Brasil.
Os biomas presentes no estado do Rio de Janeiro.
Objetivos
Compreender o conceito de bioma.
Relacionar clima com a distribuição dos biomas no globo.
Conhecer os diferentes biomas do Brasil.
Caracterizar os biomas locais.

Recursos
Imagens
Data-show

Desenvolvimento Metodológico:

Contextualização inicial:

Será mostrada uma seqüência de fotos de diferentes biomas (deserto,


manguezal,cerrado,Pantanal Mato-Grossense,Floresta Amazônica e Mata
Atlântica) e os alunos serão questionados,a fim de se saber se eles os conhecem.

Procedimentos:
Após a contextualização inicial, será feita uma explanação sobre o tema com o
auxílio de um data- show.
Durante todo o processo, os alunos serão questionados e terão oportunidades
de fazer perguntas para esclarecerem suas dúvidas.
Avaliação:

Acontecerá durante todo o processo de trabalho, valorizando a participação dos


alunos através de perguntas e observações, nas respostas dadas assim como na
demonstração de interesse no decorrer da aula.
Ao final da aula será passado novamente a seqüência inicial de imagens e os
alunos serão questionados novamente para se verificar se realmente eles
assimilaram o conteúdo e conseguem identificar os biomas através das diferenças
existentes entre eles.

Atividade proposta:

Será pedido que eles pesquisem sobre os biomas/ecossistemas existentes na


região onde moram a fim de que eles saibam como está a situação desses
ecossistemas. A partir deste diagnóstico propor um projeto de conscientização da
população para que preservem o que ainda tem.
Como exemplo temos a situação encontrada em Campos dos Goytacazes na
qual os remanescentes de Mata Atlântica são derrubados para plantação da cana-
de-açúcar e para colheita ainda usam o método de queima, que destrói a fauna e
polui o ar.
Referências Bibliográficas

CRUZ,José Luiz Carvalho.Projeto Araribá: Ciências,5ª serie.Editora Moderna-


Primeira edição- São Paulo,2006

BARROS,Carlos.O meio ambiente - livro do professor.5ª serie.Editora Ática-


53ª ed.- São Paulo,1999.
Conceitos
Bioma: é uma unidade biológica ou espaço geográfico
caracterizado de acordo com o macroclima, a fitofisionomia
(aspecto da vegetação de um lugar), o solo e a altitude específicos.

Ecossistema: corresponde a um conjunto formado por dois


elementos em interação constante:
-um de natureza físico-química, abiótico e bem delimitado no
espaço e no tempo, a que se chama biótopo,
-e o conjunto de seres vivos, ou biocenese, que habita esse
biótopo.

Constitui o elemento funcional de base da biosfera; mantêm-se


por intermédio de um fluxo de energia e de matéria entre estas
diferentes componentes em interação permanente.
Respostas dos biomas ao clima

 A abrangência de espécies está


limitada as condições físicas do
ambiente;

 O clima define as características


dos ambientes;

 As mudanças climáticas afetam


diretamente os ambientes;

 O agravamento do aquecimento
global contribui para o
ajustamento dos biomas;
I- Tipos de Biomas

1- Floresta Tropical Pluvial


2- Savana
3- Deserto Subtropical
4- Floresta Pluvial Temperada
5- Campo/ Deserto
Temperados
6- Floresta Boreal
7- Tundra

██ Polar ██ Bioma Mediterrâneo ██ Savana de Campo


██ Tundra ██ Floresta de Monção ██ Savana com Árvores
██ Floresta Boreal (Taiga) ██ Deserto & Clima Árido ██ Floresta Subtropical com sêcas
██ Floresta de Folhas Largas ██ Estepe de Arbustos semi-árida ██ Floresta Tropical
██ Estepe Temperada (Pradaria) ██ Estepe semi-árida ██ Tundra de Montanhas
██ Floresta Subtropical úmida ██ Semi-Desértico ██ Floresta Montana
Floresta Tropical Pluvial

 Maior diversidade de espécies (fauna e flora);

 Clima quente e muito úmido com alto índice de


precipitações recebendo pelo menos 2000 mm de chuva
ao ano, com no mínimo 100mm em cada mês;

 Os solos são desprovidos de matéria orgânica e argila,


assumem cor avermelhada dos óxidos de ferro e alumínio
e tem pouca capacidade de reter nutrientes;

 Alta produtividade;
Savana

 água: escassa (semi-áridas) ;

 temperatura: duas estações - uma


quente e seca e outra chuvosa;

 solo: fértil ;

 plantas: gramíneas; não são


freqüentes as concentrações de
árvores;

 animais: diferentes espécies de


mamíferos, pássaros e insetos;

 Exemplo: Serengueti-África
 Deserto Subtropical
 Cobrem cerca de 31 milhões de km² da
superfície terrestre ;

 Índices pluviométricos baixíssimos: menos


de 100 mm de chuva anuais nas porções
hiperáridas, menos de 250 mm nas partes
áridas e entre 250 mm e 500 mm nas
regiões semi-áridas;

 Solos com pouca matéria orgânica,possui


muitos minerais ;

Oásis:áreas com vegetação


irrigada por fontes subterrâneas,
poços ou por irrigação;
 Animais adaptados a escassez de
água:mamíferos – como o camelo-
répteis e aracnídeos;

 Vegetação esparsa:
gramíneas,arbustos,cactos;

 Altas temperaturas durante o dia e


baixas durante a noite.
 Floresta Pluvial Temperada

 É um bioma encontrado nas regiões situadas entre os


pólos e os trópicos, característica das zonas
temperadas húmidas.
 As quatro estações do ano encontram-se bem
definidas.
 Sua estrutura e diversidade vegetal são mais pobres
que das florestas tropicais.
 Os índices pluviométricos atingem médias entre 75 a
100 centímetros por ano.
 Campo/ Deserto Temperados
 Relevo bastante plano;

 Sul do Brasil = pampas;

 Vegetação composta por


gramíneas e plantas
rasteiras, além de
pequenos arbustos e Matas oClimasubtropical, com
Ciliares próximas aos leitos temperaturas mais amenas e
dos rios; chuvas regulares;

oSolo pobre em nutrientes,


com acidez excessiva .
Floresta Boreal

Também conhecida como Taiga ou Floresta de


Coníferas é encontrado no norte do Alasca, Canadá,
sul da Groelândia, parte da Noruega, Suécia,
Finlândia, Sibéria e Japão;

 Animais existentes:alces, renas, veados, ursos, lobos, raposas,


linces, esquilos, morcegos, coelhos e aves diversas como por
exemplo pica-paus e falcões.

A vegetação é pouco diversificada devido


às baixas temperaturas registradas (a
água do solo encontra-se congelada)
sendo constituída sobretudo por coníferas
pouca vegetação rasteira. Aparecem, no
entanto, musgos, liquens e alguns
arbustos.
Tundra
 A Tundra é o bioma do inóspito Ártico
onde nenhum tipo de vegetação se
desenvolve.

 Alpes -encontrada no alto de


montanhas em diversos países ;

 Ártica -encontrada em regiões muito


frias onde a temperatura não
ultrapassa os -6ºC;

 Vegetação- líquens e algumas


plantas herbáceas;

 Solo- permafrost
(sempre congelado)
Principais biomas do Brasil
Amazônico

 Clima equatorial quente e úmido;

 Solo pobre com uma fina camada de


nutrientes(folhas,galhos e animais mortos);

 Grande diversidade de animais e plantas;


 Espécies ainda desconhecidas;

Ecossistema muito
ameaçado,devido a
queimadas para plantações,
pecuária e extração ilegal de
madeira
Mata Atlântica
 È uma Floresta Tropical Pluvial composta por diferentes formações com
flora e fauna variadas;

 Florestas úmidas, matas araucária e florestas costeiras.

 Floresta tropical mais ameaçada do planeta,pois dos 15%, hoje restam


apenas de 7%-8% da sua área original;

 Grande diversidade de fauna e flora;


Devastação da Mata Atlântica
 Cerrado

 Pequenas árvores de troncos torcidos e recurvados e de folhas


grossas, esparsas em meio a uma vegetação rala e rasteira;

 Se assemelha a uma floresta mais seca;

 Apesar de possuir uma aparência árida e ter solo pobre apresenta


uma rica biodiversidade.

• Considerado o bioma
de savana mais diverso
do planeta com mais de
10 mil espécies de
plantas.
 Caatinga

 Clima semi-árido e solo raso e pedregoso;

 Brejos ilhas de umidade e solos férteis;

 As secas prolongadas que às vezes podem durar mais


de um ano e o da maioria dos rios serem sazonais, com
exceção do rio São Francisco;
 Pantanal

 Maior planície inundável do mundo, com seus 210 mil


km² (dos quais, 140 mil km² em território brasileiro,
nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul);

 Dependendo da época do ano, o Pantanal fica com


80% da área submersa. Apesar da grande
biodiversidade, com 1.647 espécies de plantas e mais
de 1.000 espécies de vertebrados superiores .
 Campos Sulinos
 É chamado de Pampa o bioma de campo temperado que ocorre
no sul do Brasil, além da Argentina e Uruguai. Esses campos
são dominados por gramíneas que variam entre 10 e 50 cm de
altura e o solo é naturalmente fértil;

 Corresponde a 63% do território do Rio Grande do Sul, é um


dos maiores centros de biodiversidade campestre do mundo .
 Zona Costeira

 A zona costeira brasileira, com mais de 8 mil km de extensão


contínua, é uma das maiores do mundo;

 Praias, dunas, costões rochosos, recifes e manguezais


sucedem-se ao longo da faixa litorânea.
Biomas no estado do Rio de Janeiro
 Restinga

 É considerando “vegetação de restinga” o conjunto de


comunidades vegetais fisionomicamente distintas, sob
influência marinha

 Como representantes deste ecossistema temos o


complexo lagunar Grussaí/Iquipari, com
aproximadamente 4.800 ha, localizado no município de
São João da Barra, região norte do estado do Rio de
Janeiro, distando aproximadamente 15km do delta do
rio Paraíba do Sul, situado na bacia hidrográfica das
lagunas Grussaí e Iquipari.
Restinga de Iquipari
Floresta Ombrófila

 Floresta ombrófila densa é uma mata perenifólia, ou seja,


sempre verde com dossel de até 15 m, com árvores
emergentes de até 40 m de altura.

 Este ecossistema está representado na região do Imbé,


localizada no município de Campos dos Goytacazes e da
região do entorno da Lagoa de Cima área de Proteção
Ambiental desde 1992.

 É abastecida pela confluência dos rios Urubu, formando um


espelho d’água com 14,95 km2 de área, ambas as regiões
fazendo parte do Parque Estadual do Desengano e de seu
entorno, sendo um dos maiores remanescentes de Floresta
Ombrófila Densa Atlântica, que outrora ocupou boa parte da
área do Estado do Rio de Janeiro.
 Manguezal

 No Brasil, é encontrado ao longo de quase todo o litoral,


ocupando uma área aproximada de 1,38 milhão de
hectares;

 No Estado do Rio de Janeiro, a área de cobertura dos


manguezais é estimada em 16.000 km² ;

 Este ecossistema está representado em nossa região


pelo estuário do rio Paraíba do Sul que é o maior da
região Norte Fluminense, com aproximadamente 800ha .
Floresta Estacional Semidecidua

 A floresta estacional semidecidual constitui a vegetação


típica do bioma da Mata Atlântica, estando condicionada pela
dupla estacionalidade climática, perdendo parte das folhas
(20 a 50%) nos períodos secos;

 Ao longo da costa leste do Brasil, dentro do domínio


Atlântico, principalmente entre os estados da Bahia e Rio de
Janeiro.

 Em nossa região este ecossistema é representado pela Mata


do Carvão (que atualmente faz parte da Estação Estadual
Ecológica de Guaxindiba.).
Referências

RICKEFS, R. A Economia da Natureza. Editora Guanbara Koogan. 5ª Edição, Rio de


Janeiro 2003.

TAIZ, L. & ZEIGER, E. Fisiologia Vegetal. Editora Artmed. 3ª Edição. São Paulo, 2003.

NOBRE, C. II Simpósio da Biota Amazônica. Museu Paraense Emilío Goeldi, Belém


Dezembro de 2006. Web site: http://www.museu-goeldi.br/biota/

http://sanfins.web.simplesnet.pt/arbustos.htm

http://geoprofessora.blogspot.com/2008/04/biomas.htm

http://www.duke.edu/web/nicholas/bio217/rsf4%20awc7/caribou_tundra.jpgl

http://www.infoescola.com/geografia/tundra/

http://www.educacaoadistancia.pro.br/tundra.htm

http://www.colegiosaofrancisco.com.br/alfa/meio-ambiente-taiga/taiga.php

http://www.uenf.br/Uenf/Pages/CBB/Herbario

http://eco.ib.usp.br/lepac/conservacao/ensino/bioma_snuc.htm