Vous êtes sur la page 1sur 24

ENFERMEIRA: Raquel

PACS = PSF

 PACS - PROGRAMA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE


 Início da década de 80: Canadá, Cuba, Inglaterra - pioneiros das
mudanças nos serviços primários de saúde de reconhecida
resolutividade e impacto.
 Das experiências mundiais e as realizadas em vários pontos do
território brasileiro é elaborada a estratégia de reorganização da
Atenção Primária ou Básica, denominada de
 “Programa de Saúde da Família e de Agentes Comunitários de
Saúde” - o PSF e o PACS.

 Implantação do PACS em 1991 com trabalhos de pessoas da
comunidade treinadas, capacitadas e supervisionadas por
profissionais de saúde.
• Programa Saúde da Família PSF
• Ministério da Saúde 1994:
• principal propósito:
• reorganizar a prática da atenção à saúde em
novas bases e
Substituir o modelo tradicional, levando a
saúde para mais perto da família para
melhorar a qualidade de vida dos brasileiros.

ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA


PRINCÍPIOS BÁSICOS
A estratégia do PSF incorpora e reafirma os
princípios básicos do Sistema Único de Saúde
(SUS) –
universalização,
descentralização,
Integralidade,
equidade e
participação da comunidade
• A estratégia do PSF prioriza as ações de
prevenção, promoção e recuperação da saúde
das pessoas, de forma integral e contínua.

• O atendimento é prestado na unidade básica


de saúde ou no domicílio, pelos profissionais

• O PSF não significa criação de novas unidades


de saúde, exceto em áreas totalmente
desprovidas das mesmas.
• Equipes de Saúde da Família
• Esses profissionais e a população
acompanhada criam vínculos de co-
responsabilidade, o que facilita a identificação
e o atendimento aos problema de saúde da
comunidade.
Territorialização e
cadastramento da clientela
• A Unidade de Saúde da Família trabalha com território de
abrangência definido e é responsável pelo cadastramento e
o acompanhamento da população vinculada (adscrita) a esta
área.

• Recomenda-se que uma equipe seja responsável por, no


máximo, 4.500 pessoas.
Equipe
multiprofissional
• Cada equipe do PSF é composta, no mínimo, por um médico,
um enfermeiro, um auxiliar de enfermagem e de quatro a seis
agentes comunitários de saúde (ACS).

• Outros profissionais - a exemplo de dentistas, assistentes


sociais e psicólogos - poderão ser incorporados às equipes ou
formar equipes de apoio, de acordo com as necessidades e
possibilidades locais.
• Funcionando adequadamente, as unidades
básicas do programa são capazes de resolver
85% dos problemas de saúde em sua
comunidade
• prestando um atendimento de bom nível,
prevenindo doenças
• evitando internações desnecessárias e
melhorando a qualidade de vida da
população.
Atribuições comuns a todos os
profissionais que
integram as equipes:
• Conhecer a realidade das famílias pelas quais são
responsáveis com ênfase nas suas características
sociais, econômicas, culturais, demográficas e
epidemiológicas;
• Identificar os problemas de saúde e situações de
risco mais comuns aos quais aquela população está
exposta;
• Elaborar, com a participação da comunidade, um
plano local para o enfrentamento dos problemas de
saúde e fatores que colocam em risco a saúde;
• Executar, de acordo com a qualificação de cada
profissional, os procedimentos de vigilância e de
vigilância epidemiológica, nas diferentes fases do
ciclo de vida;
• Valorizar a relação com o usuário e com a família,
para a criação de vínculo de confiança, de afeto, de
respeito;
• Realizar visitas domiciliares de acordo com o
planejamento;
• Resolver os problemas de saúde do nível de atenção
básica
• Garantir acesso à continuidade do tratamento dentro
de um sistema de referência e contra-referência para
os casos de maior complexidade ou que necessitem
de internação hospitalar;

• Prestar assistência integral à população adstrita,


respondendo à demanda de forma contínua e
racionalista;

• Coordenar, participar de e/ou organizar grupos de


educação para a saúde;
• Promovendo ações intersetoriais e parcerias com
organizações formais e informais existentes na
comunidade para o enfretamento conjunto dos
problemas identificados;
• Comentar a participação popular, discutindo com a
comunidade conceitos de cidadania, de direitos à
saúde e suas bases legais;
• Incentivar a formação e/ou participação ativa da
comunidade nos conselho locais de saúde e no
conselho Municipal de Saúde;
• Auxiliar na implantação do cartão Nacional de Saúde.
• ATRIBUIÇÕES DO AUXILIAR E TÉCNICO DE ENFERMAGEM:
• Realizar procedimento de enfermagem dentro das suas
competência técnicas e legais;
• Realizar procedimentos de enfermagem nos diferentes
ambientes, UFS e nos domicílios, dentro do planejamento de
ações traçado pela equipe;
• Preparar o usuário para consultas médicas e de enfermagem,
exames e tratamentos na USF;
• Zelar pela limpeza e ordem do material, de equipamento e de
dependências da USF, garantindo o controle de infecção;
• Realizar busca ativa de casos, como tuberculose,
hanseníase e demais doenças de cunho
epidemiológico;
• No nível de suas competência, executar assistência
básica e ações de vigilância epidemiológica e
sanitária;
• Realizar ações de educação em saúde aos grupos de
patologias específicas e às família de risco, conforme
planejamento da USF.
Atribuições específicas do Agente
Comunitário de Saúde :
• Agente Comunitário de Saúde (ACS) mora na
comunidade e está vinculado à USF que
atende a comunidade.
• Ele faz parte do time da Saúde da Família!
• Realizar mapeCadastrar as famílias e atualizar
permanentemente esse cadastro;

• Identificar indivíduos e famílias expostos a


situações de risco;

• Identificar área de risco; amento de sua área;

• -Orientar as famílias para utilização adequada


dos serviços de saúde, encaminhando-as e
agendando consultas...
• Traduzir para a ESF a dinâmica social da
comunidade, suas necessidades,
potencialidades e limites;

• Identificar parceiros e recursos existentes na


comunidade que possa ser potencializados
pela equipe.
COMO IMPLANTAR
• ?
• Depende, antes de tudo, da decisão política da administração
municipal, que deve submeter a proposta ao Conselho
Municipal de Saúde e discutir o assunto com as comunidades
a serem beneficiadas.

• O Ministério da Saúde, juntamente com as Secretarias


Estaduais de Saúde, está empenhado em dar todo o apoio
necessário à elaboração do projeto e à sua implantação, que
começa com as seguintes etapas:
• identificar as áreas prioritárias para a implantação do
programa; mapear o número de habitantes em cada área;

• calcular o número de equipes e de agentes comunitários


necessários;

• adequar espaços e equipamentos para a implantação e o


funcionamento do programa;

• solicitar formalmente à Secretaria Estadual de Saúde a adesão


do município ao PSF;

• selecionar, contratar e capacitar os profissionais que atuarão


no programa.
• Figura 1- Mapa da área do municipio de Poço Redondo, 2005
• Micro Área 09 correspondente ao povoado Cajueiro e fazendas circunvinzinhas
• Micro Área 03 correspondente ao povoado Jacaré e fazendas cicunvinzinhas

• Micro Área 06 correspondente ao povoado Curralinho e fazendas cicunvinzinhas
• Micro Área 07 e 10 correspondente ao povoado Bonsucesso e fazendas cicunvinzinhas
• Micro Área 08 correspondente as fazenda Marroquinho
• Micro Área 01, 02, 04, 05, 11, 12 assentamentos Barra da Onça (G1, G2, G3), São José do Nazaré,
Queimada Grande e Cajueiro.
Situação de Implantação de Equipes de Saúde da
Família,
Saúde Bucal e Agentes Comunitários de Saúde
BRASIL - DEZEMBRO/2009

www.saude.gov.br
Questões para responder
1. Qual é o principal propósito do PSF? O que a ESF prioriza?
2. Como as equipes ESF organizam o trabalho nas regiões?
3. Como é formada a Equipe multiprofissional do PSF?
4. Quais são as Atribuições comuns a todos os profissionais que
integram as equipes ESF:
5. Quais são as Atribuições do auxiliar e técnico de enfermagem
na ESF:
6. Quais são as Atribuições dos ACS?