Vous êtes sur la page 1sur 17

O caráter

do homem
cristão
Lição 3 - Firmados
Qual seria sua reação se você
descobrisse que na última
semana sua vida privada
(inclusive pensamentos e
intenções do coração) tivesse
sido gravada através de uma
nova tecnologia e ela seria o
tema da pregação do próximo
domingo em sua igreja?
Segundo o Dicionário Aurélio, caráter é definido por:
“qualidade inerente a uma pessoa, animal ou coisa; o
que os distingue de outra pessoa, animal ou coisa; o
conjunto dos traços particulares, o modo de ser de um
indivíduo, ou de um grupo; índole, natureza,
temperamento”.
O significado literal do termo grego charaktēr é
“estampa”, “impressão”, “gravação”, “sinal”, “marca”
ou “reprodução exata”.
Caráter é algo que vai sendo formado e impresso com o
tempo em nosso interior, uma verdadeira marca. O
caráter de cada qual não é formado do dia para noite. É
um processo gradual que está relacionado a um amplo
conjunto de fatores que influenciam na formação de
cada um.
Assim como o caráter de cada
indivíduo é formado desde o berço,
nosso caráter cristão também passa a
ser moldado desde o primeiro passo
de nossa caminhada com Cristo. Os
valores do Reino de Deus passam a ser
impressos em nós, para que
verdadeiramente possamos ser
seguidores de Jesus Cristo
genuinamente.
1) Não se trata apenas de bons valores morais - Apesar
do cristianismo carregar implicitamente um forte viés
moral, pois a Bíblia nos dá parâmetros morais. O caráter
cristão não está repousando apenas sobre o fato de ser
“bom”. A boa moral está contida, mas de modo algum é o
Formação, todo. Cada um de nós pode dar exemplos de pessoas que
confessam ser cristãs, mas que não são bons exemplos de
Influências e conduta digna, bem como pessoas não-cristãs que são
cidadãos de bem.

Virtudes 2) O cristão genuinamente bíblico admite suas falhas -


Cada um de nós, sem exceção, é um pecador (Rm. 3:23).
Todos temos o pecado dentro de nós, e isso produz
limitações e consequentemente falhas. A virtude do
cristão de caráter é ser transparente, é ter dignidade
suficiente para admitir que é limitado e que depende
completamente da misericórdia e graça do Senhor.
3) O caráter moldado cria controle - Quando nosso
caráter entra em fase de maturidade, conseguiremos

Formação, controlar situações que de algum modo podem manchar a


marca de Jesus em nós, afetando nosso testemunho

Influências e
cristão. Neste ponto de plenitude, não haverá espaço
para amargura, ira, discórdia, egoísmo, arrogância,
discussões, facções. Apesar de eventualmente tais coisas
Virtudes ocorrerem, precisam ser enfrentadas e enfraquecidas.
Nosso ser por completo, mente, atitude, palavras,
precisa ser um meio de culto e adoração permanente
(Mc. 12:30; Gl 5:22).
Com tal caráter formado em nós, passaremos a frutificar
em atitudes que atestam que somos de Deus e temos Sua
Palavra em nossas vidas. Passamos a frutificar em
virtudes, como:

Formação,
• Pureza - vida separada – santificação para o Senhor.
Uma vida distinta num mundo corrupto (Fp. 4:8).
• Imparcialidade - trataremos a todos – seja quem for –
Influências e de modo único, sem acepção de pessoas. Seremos justos
com as pessoas, independente de afinidade, sejam

Virtudes amigos, parentes, irmãos, parceiros de caminhada (I Ts.


5:15).
•Sem fingimento - é prezar pela verdade. Não existe
espaço para máscaras e ânimo duplo (I Pe. 2:1; Tg. 4:8).
•Humildade - ninguém é autossuficiente. Vaidade e
soberba não devem encontrar espaço no coração do
cristão; tais coisas devem ser banidas de nosso meio!
Somos um corpo e dependemos uns dos outros (Mt. 5:3).
Mansidão - Ser manso, não permitindo que disputas e
discórdias tomem conta. Gentil, sensível e paciente

Formação, com todos (Mt. 5:5).


Misericórdia - compaixão pela dor, “pela miséria do
coração” alheio. Entender que nosso próximo pode
Influências e passar por lutas, dores, infelicidades extremas.
Experimentar e participar do sofrimento alheio (Mt.
Virtudes 5:7)
Coração puro - ser livre de impurezas no coração.
Relacionamento constante com Deus e com a Sua
presença, nos limpando genuinamente daquilo que nos
separa d’Ele (Mt. 5:8).
O caráter é distinto do temperamento e da
personalidade, embora esteja relacionado a
eles. O temperamento refere-se ao estado de
humor e às reações emocionais de uma pessoa –
o modo de ser.
A personalidade envolve a emoção, a vontade e
a inteligência de uma pessoa – aquilo que o
indivíduo é.
O caráter, influenciado pelo temperamento e
pela personalidade, é o conjunto das qualidades
boas ou más de um indivíduo que determina-lhe
a conduta – como a pessoa age.
Nosso modelo supremo de formação de caráter é
nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Ele deve
ser nosso alvo, razão, adoração, modelo, tudo!
Afirmar que somos cristãos é carregar nos ombros
Jesus nosso a responsabilidade de sermos seguidores e
praticantes dos ensinos do Mestre.
modelo de Ter um modelo é fundamental na formação do
caráter, e para formação do caráter cristão, o
caráter modelo do Senhor nos leva a amá-lo, admirá-lo,
imitá-lo, segui-lo.

“Tende em vós o mesmo sentimento que houve


também em Cristo Jesus” (Fp. 2:5)
“O bom caráter não é formado em uma
semana ou mês; Ele é criado pouco a
pouco, dia a dia. Um contínuo e paciente
esforço é necessário para desenvolver o
bom caráter”

“O caráter de um homem é o seu destino”

Heráclito - Filósofo Grego


“Caráter é mais fácil de manter
do que recuperar”

Thomas Paine - Intelectual Britânico


“Mude de opinião, mantenha seus
princípios, mude suas folhas, mantenha
suas raízes intactas”

Victor Hugo - Romancista Francês


“Quem é você quando ninguém está
olhando? Caráter é o modo como
agimos quando ninguém está
olhando”

Bill Hybels - Pastor e Escritor Americano


Pense um pouco nessas perguntas e as responda
para si mesmo:
• Que qualidades me identificam? Elas são
positivas ou negativas?

• Quais marcas tenho deixado por onde passo?

• Quando as pessoas ouvem meu nome, o que


podem pensar?

• Quando seus valores, princípios são testados,


você mantêm o caráter?

• Diante das pressões da vida, como você se


comporta?