Vous êtes sur la page 1sur 21

Aços de Alta Resistência

e Baixa Liga (ARBL)


Antonio Marcos Queiroz Nobrega
Bruno de Aguiar Pinheiro
Samyr Leo Quinzeiro Ribeiro
Aços de Alta Resistência
e Baixa Liga (ARBL)
 São substitutos para o tradicional aço
carbono comum
Aço carbono comum
 É aquele que não tem elementos de liga
e seu processamento é o mais simples
possível e por isso é o de menor custo
entre os aços.
 Contêm: Fe + C + impurezas (S e P) +
elementos para minimizar as impurezas
(Mn + Si + Al).
Classificação do aço
carbono comum
 Baixo Carbono
 Médio Carbono
 Alto Carbono
Baixo Carbono
 Tem até 0,30% de carbono
 Possui baixa resistência a tensão
 Baixa dureza (risco)
 Alta tenacidade (impacto)
 Alta ductilidade (maleabilidade)
 É usinável (cortar, modelar) e soldável
Aplicações do baixo
carbono
 Chapas automobilísticas
 Placas para produção de tubos
 Construção civil
 Pontes
Médio Carbono
 Apresenta de 0,30% a 0,60% de carbono
 Maior resistência e dureza
 Menor tenacidade e ductilidade
 Recebe tratamento de tempera
(endurecimento do aço) e revenimento
(diminui as tensões e fragilidades causadas
pela tempera)
 Altas taxas de resfriamento
Aplicações do médio
carbono
 Rodas e equipamentos ferroviários
 Engrenagens e peças de máquinas que
necessitem de elevadas resistência
mecânica e ao desgaste e de tenacidade.
Alto Carbono

 Tem acima de 0,60% de carbono


 É o de maior resistência e dureza
 É o de menor ductilidade
 Mantêm um bom fio de corte
Aplicações do alto carbono
 Talhadoras
 Folhas de serrote
 Martelos e facas
Aços de Alta Resistência e Baixa
Liga (ARBL)

Para obtermos um aço baixa liga devemos


adicionar uma pequena quantidade de
elementos de liga e variar os processos de
fabricação (tratamentos térmicos ou
mecânicos).
Quando substituir o aço carbono
comum por aços de Alta Resistência e
Baixa Liga (ARBL)?

 Quando existe a necessidade de reduzir o


peso do material ou trabalhar em baixa ou alta
temperatura;
 Trabalho em meio corrosivo ou sofrendo
atrito.
Elementos de Liga

 São elementos que melhoram as propriedades


do aço carbono
 Exemplos: chumbo (Pb), cromo (Cr),
molibdênio (Mo), níquel (Ni) e vanádio (V)
Elementos de Liga

chumbo cromo

molibdênio
Chumbo (Pb)
 Por ter sua distribuição homogênea e fina, é
empregado para melhorar a usinabilidade dos
aços.
Cromo (Cr)
 Estimula a formação de carbonetos
(carbono ligado a metais), aumentando a
resistência ao desgaste e a temperabilidade
(endurecimento) dos aços.
Molibdênio (Mo)
 Favorece a dureza e a resistência a quente
 Resistência à fluência (deformação permanente ao
longo do tempo devido à tensões constantes)
 Melhora a penetração da têmpera nos aços
 Aumenta a resistência a abrasão
 Favorece o revenimento (diminui as tensões e
fragilidades causadas pela tempera)
 Não é empregado sozinho por diminuir a
tenacidade dos aços
Vanádio (V)

 É excelente antioxidante
 Confere ao aço uma insensibilidade ao
superaquecimento melhorando suas
características de forjamento (moldagem do
metal) e usinagem.
Vantagens dos Aços de Alta
Resistência e Baixa Liga em
relação aço carbono comum

 Podem ser mais resistentes ou mais tenazes


 Podem ter menores espessuras
 Trabalhados em mais altas ou mais baixas
temperaturas
 Por isso são os mais utilizados nas engenharias
Desvantagens dos Aços de
Alta Resistência e Baixa Liga
 O custo do ARBL é de 2 a 4 vezes maior que o
do aço carbono comum
Aços de Alta Liga
 Tem uma maior quantidade de elementos de
liga
 É utilizado somente quando é requerida a
resistência à condições muito severas como
corrosão, desgaste e calor.
 Custa entre 5 a 15 vezes mais que o aço
carbono comum