Vous êtes sur la page 1sur 12

Visão geral dos sistemas de

transporte por membrana


Introdução
A redistribuição de íons e pequenas moléculas orgânicas é essencial para o crescimento das plantas, sinalização celular,
nutrição, movimentos e homeostase celular.

Proteínas de membrana

A pesquisa está elucidando as funções centrais dos transportadores de membrana em resposta a estímulos fisiológicos,
incluindo abióticos e bióticos e como as atividades de transportadores individuais são coordenados dentro de uma
rede nos níveis de células e tecidos
Membranas facilitam a compartimentalização
O coeficiente de partição óleo/água

reflete a solubilidade de uma substância em lipídeos e


é proporcional a sua permeabilidade pela membrana

A compartimentalização de solutos dentro de organelas ligadas


à membrana não apenas concentra reagentes e catalisadores,
mas também segrega processos incompatíveis. Essa divisão do
trabalho facilita a flexibilidade e a eficiência metabólica.
O transporte de membrana está subjacente a muitos
processos biológicos celulares essenciais
Aquisição de nutrientes

Distribuição de metabólitos

Compartimentalização de
metabólitos

Transdução de energia

geração de Turgor

Excreção de resíduos

Transdução de sinal
A permeabilidade seletiva das membranas biológicas depende
de sistemas de transporte com proteínas integrais da membrana
 Essas chamadas proteínas de transporte podem ser consideradas enzimas convencionais em muitos aspectos
 Como as enzimas, todos os sistemas de transporte exibem algum grau de especificidade do substrato e funcionam
diminuindo a energia de ativação necessária para o transporte.

contêm trechos de aminoácidos


predominantemente lipofílicos e interagem
favoravelmente com as cadeias acil-graxos dos
fosfolipídios da membrana.
Bombas, canais e cotransportadores são componentes
de sistemas de transporte por membrana
As bombas catalisam o transporte ativo, acoplando a energia liberada da hidrólise de ATP (ou, em alguns casos,
pirofosfato, PPi) para transportar uma molécula específica contra um gradiente eletroquímico.

 ATPases de translocação de H + na membrana plasmática e a


 PPase de translocação de H + no tonoplasto
Cotransportadores que catalisam o fluxo de soluto na mesma direção que o fluxo de H + (ou Na +) são conhecidos como
simportes

canais K + e ânion na As antiportes estão presentes


membrana plasmática na membrana plasmática e
da célula guarda nas endomembranas.

Transportadores de sacarose que vinculam o acúmulo de açúcar ao movimento H + são exemplos de cotransportadores.
As taxas de transporte variam entre os diferentes tipos de
transportadores

A atividade de transporte é uma função da taxa do transportador (número de moléculas transportadas por unidade de
tempo por transportador) e do número de transportadores na membrana

Bombas Cotransportadores Canais


Relativamente lentas Maiores que a das bombas Taxas rápidas de transporte
102 S-1 103 – 106 S-1 106 – 107 S-1
Grandes alterações Sofre alterações Não sofre alterações
conformacionais conformacionais conformacionais
Gradientes de potencial químico e elétrico
impulsionam o transporte através das membranas
um valor negativo de Δμ ou Δμ̄ indica fluxo passivo do meio externo para o citosol.

um valor positivo de Δμ ou Δμ̄ indica que a entrada de energia é necessária para a captação de soluto ou íon
porque a direção passiva do fluxo está fora da célula.

Para um soluto sem carga, a energia livre gasta ou liberada por seu transporte através de uma membrana é uma função
de seu gradiente de concentração transmembranar.

Para um soluto carregado, três fatores determinam o gradiente eletroquimico:


 a carga do soluto,
 o gradiente de concentração transmembranar
 diferença no potencial elétrico através da membrana
Os gradientes de prótons transmembranares são a base
da economia de energia nas plantas

As bombas H+ na membrana
plasmática e membranas organelares
são eletrogênicas: elas criam corrente
elétrica porque os íons que eles
removem do citosol carregam carga.

Portanto, essas bombas


tornam Vm, o componente
elétrico, mais negativo.

Visão geral dos processos quimiosmóticos em uma célula vegetal idealizada. Nas mitocôndrias e cloroplastos, a energia nos gradientes de H + é colhida para sintetizar o ATP. Os gradientes
de prótons também são estabelecidos através da membrana plasmática e do tonoplasto por bombas que hidrolisam o ATP e o PPi. O potencial eletroquímico estabelecido por essas bombas
é utilizado para mover muitos íons e pequenos metabólitos através de canais de membrana integrais e cotransportadores.
As bombas H+ e os canais K+ são agentes-chave na
determinação do potencial de membrana de uma célula
Um potencial ou voltagem da membrana resulta de gradientes de cátions e ânions através da membrana.

qualquer sistema de transporte capaz de conduzir íons (e, portanto, corrente) através da membrana afetará Vm.
As atividades de bomba, canal e cotransportador interagem através de seus
respectivos impactos nos gradientes químicos e no potencial da membrana

a ação integrada de bombas, canais e cotransportadores determina a capacidade de uma célula absorver nutrientes e
desempenhar outras funções fisiológicas

FIGURA 3.4 Ilustração que descreve uma bomba de H + da membrana plasmática (amarela), um canal que funciona na absorção de K + (azul), um transportador de nitrato acoplado a H
+ (vermelho) e um transportador de aminoácidos acoplado a H + (verde) que medeia a absorção de aminoácidos não carregados, como glicina (gly). Cada soluto tem seu próprio
potencial eletroquímico (grandes setas coloridas), que é determinado pelo gradiente de concentração química do soluto através da membrana, sua carga elétrica (se houver) e a
diferença de carga através da membrana. Se um soluto tem uma concentração mais alta no citosol do que no apoplast, o potencial químico favorece a liberação do soluto. Como as
células vivas geralmente têm um potencial negativo de membrana, o potencial elétrico favorece a liberação de solutos com carga negativa e a captação de solutos com carga positiva.
O potencial elétrico não atua em solutos não carregados.