Vous êtes sur la page 1sur 112

Olavo Amaro da Silveira

olavo@unisinos.br
 Conceito de BIM (Building Information Modeling)
 Geometria, relações espaciais, informações geográficas
as quantidades e as propriedades construtivas de
componentes (por exemplo, detalhes dos fabricantes)
 Modelagem do edifício virtual, utilizando ferramentas
tridimensionais com a informação necessária à
representação gráfica, à análise construtiva, à
quantificação de trabalhos e tempos de mão-de-obra, d
fase inicial do empreendimento até a sua conclusão.
 Principais ferramentas BIM:
 Projeto completo!
 Malha
 Níveis
 Paredes
 Cortes
 Pisos
 Portas
 Janelas
 Panos de vidro
 Interface do Revit:
 Ribbon
 Menus de criação,
edição
 Propriedades do
objeto
 Navegador de
projeto
 Template métrico, níveis, elevações
 UN para configurar as unidades.
 WA para paredes.
 DR para portas.
 WN para janelas.
 Construir paredes e piso de edificação, colocar porta,
janela, fazer telhado, experimentar fazer e retirar beirais.
 Renomear níveis numa vista de elevação
 Fazer com sombra, realistic, etc.
 Criar escada reta, em L, em espiral
 Criar guarda corpo
 Modelar terreno, importando curvas de nível do autocad
 Criar um câmera e fazer o render
 Configurar
Unidades
 UN
 Manage > Project
Units
 Para configurar Na aba Home > Grid (atalho GR)
 Clicar na lâmpada mostra a origem do sistema de
coordenadas
 Para mostrar a grelha (plano) de trabalho, em Work
Plane > Show. Selecionando o plano, pode-se alterar
o espaçamento de grid. Pode-se também através dos
grips alterar a extensão do plano de trabalho.
 Criar eixos com GR vai da extensão para a bolinha de
marcação.
 Depois pode-se desligar o Work Plane
 Dois eixos verticais, espaçados 7,50 m
 Cinco eixos horizontais, espaçados 7,50 m
 Alinhamento automático.
 Precisando alterar a distância, selecionar o eixo a
mover e digitar nova temporary dimension.
 Distanciar o eixo do existente ou selecionar o eixo e
digitar a distância
 Marcar as colunas ABC e as linhas 123
 No template métrico, por padrão têm-se dois níveis (Level 1 e Level 2)
 Ir para a elevação Sul, clicando no Project Browser, ou no bico do
indicador de elevação.
 Para alterar o nível, dar duplo clique no valor de nível, ou selecionar o
eixo e alterar a cota. Alterar o Nível 2 para 300.
 Alterar o nome para Nível 1.
 Criar novos níveis em Datum>Level, ou atalho LL
 Nível 3 a 600, Nível 4 a 900
 Terreno é uma planta baixa a 10 km
de altura.
 Os cortes de planta baixa são
gerados a 1,20 m de altura do nível.
 Subir as bolinhas dos marcadores
de eixos, clicando em um deles, e
levantar pela bolinha na base da
bola maior.
 Soltando o cadeado, pode-se
mover somente uma bolinha de
nível.
 O checkbox permite mostrar ou
não o indicador de nível.
 Minimizar os CeilingsPlans para
não confundir com as plantas.
 Construir a parede genérica.
 Visualizar em 3D, girar a roda do mouse permite fazer
scroll, apertando faz Pan, e apertando com Shift faz Orbit.
 As paredes podem ser construídas de diversas maneiras,
utilizando as ferramentas do campo Draw
 Esc sai da construção de uma parede, dois Esc sai do
comando total.
 Utilizar arc tangente e fillet arc
 Utilizar as opções de paredes – Parâmetros: altura da
parede, location line, chain, offset, radius
 Seleção de paredes por click, window e crossing
 Propriedades de altura de paredes: base e
top constraint – colocar base no nível 1 e
offset -15, e top no nível 4 o offset de 80.
 Editar material para a parede – Manage >
Materials: graphics;Selecionando material
alvenaria tijolo, clicar dedo direito e criar
material novo material para tijolo e para
reboco. Surface Pattern e Cut pattern. Use
render apearence for shading. No reboco
usar paint
 Criar parede de 20 cm com 2,5+15+2,5. Ligar
preview
 Ordem dos números de função
 Core boundary define o núcleo estrutural da
parede
 Trocar as outras paredes para o modelo novo criado.
 MA – match type copia propriedades de paredes (em
Modify> Clipboard > Match Type). Selecionar a parede de
referência e clicar nas seguintes.
 União entre paredes – Modify > Wall joints (butt, miter,
square off). Fazer com 90 graus, ângulo maior e menor
 Selecionar parede, Modify, Edit Profile, permite recortar a
parede, criar furo com um retângulo dentro da parede.
Não é possível coincidir linhas
 Reset profiles faz a parede fiar como original.
 Em paredes curvas não existe edit profile, somente wall
opening
 Criar paredes (WA)horizontais e mostrar alinhamento de umas
paredes com outras.
 Modify Wall Joint, But
 Edit Profile
 Alinhamento (AL) chama alinhamento. Clica na referência e
depois no objeto que quer deslocar; ligando Multiple, permite
selecionar alvos múltiplos; Alinhando e ligando o cadeado,
chaveia o alinhamento para futuros deslocamentos das
paredes.
 Mover – atalho MV. Pode-se mover alterando cotas de
referência, clicando início e fim, ou clicando, apontando e
digitando a distância; Constraint liga modo ortho.
 Disjoin desconecta paredes
 Offset de paredes, já define o lado; apertando o TAB, faz de
todo o conjunto
 Rotate (RO), é possível alterar o ponto central, clicar no primeiro
ângulo, e no segundo (semelhante ao SketchUp)
 Copy (CO), selecionar objeto, CO, clicar primeiro ponto e segundo
ponto
 Espelhamento, Pick Axis (MM) é necessário selecionar uma entidade
existente para eixo de simetria; Draw Axis (MD) é necessário desenhar
o eixo de simetria. Desligando Mirror não é feita a cópia, somente o
espelhamento.
 Trim (TR) faz o fillet como o AutoCAD
 Split (SL) permite cortar uma parede; Split with gap faz buraco a partir
do eixo do click.
 Extend single e multiple
 Array linear e radial, group permite agrupar, number é o número de
cópias. Pode-se mover para o segundo elemento ou para o último.
Manter o grupo, que pode ser desagrupado no menu superior, após
selecionar-se tudo.
 Menu Home >Floor; desenhar o perímetro
com linha pelo interior das paredes.
 Pode-se também criar selecionando as
paredes (não marcar overlaping)
 Criar materiais para a laje de piso (concreto
e piso de madeira). Hachuras para vista e
para corte.
 Duplicar o piso, alterando o floor para 12+3
cm, aplicando os materiais.
 Alterar pontos de piso, inclinar ou dobrar,
utilizar Modify Subelements, opções do
Shape Editing, e finalmente reset shape.
Ad point insere pontos para alterar
elevação.
 Edit Boundary permite fazer furos na laje
 Copiar com ctrl-c e depois paste, aligned at
selected levels (3 e 4)
 Copiar a laje para o pavimento superior,
depois usando Edit Boundary, alinhar a
borda da laje com a parede, fazendo o
mezanino
 Fazer calçada com Floor, pelo contorno
externo, antes de finalizar, chamar o offset
e dar 200 para fora com o Tab, para fazer
de todos os segmentos
 Alterar a calçada no Height Offset from
Level 5 cm para baixo
 Botão direito sobre a parede para
escolher Create Similar. Acertar
parâmetros das paredes vinculando
aos pavimentos, concordando top e
base constraint e offset. Fazer
paredes internas, criando dois
quartos e banheiro.
 Criar portas DR, apertando a barra
espaço inverte a porta. Colocar
portas nos quartos e no sanitário.
 Mostrar as opções de carregamento
de famílias de portas em Load
Family.
 Desligar tag on placement para não
colocar a tag na inserção da porta,
pois depois é possível anexar as tags.
 Criar janelas (WN) nos quartos, na sala, espelhar a dos quartos
para o corredor com o Mirror Draw Axis, selecionando o meio da
parede externa.
 Criar janela de banheiro na elevação interna
(corte/fachada)usando o comando View > Plan View > Plan
Region para poder visualizá-la na planta baixa. Finalizar,
selecionar View range e colocar o Cut Plane mais alto. Fazer na
elevação com vista Wire, pois pega a parede externa
 Pode-se colocar janela pela vista de elevação, depois usando AL
para alinhar as vergas.
 Sill Height em propriedades é altura do peitoril.
 Manage Materials, criar material “Cerâmica 40x20 cm” a partir de
qualquer material, clicar no botão [...] em Surface Pattern.
 Hachura tipo Drafting altera a textura conforme a escala do desenho,
deixando sempre do mesmo tamanho (concreto...); do tipo Model não
altera (pisos, telhas...). Criar nova textura, escolhendo o tipo model,
definindo o espaçamento das linhas
 Padrão de superfície pode ser Simple (hachuras com linhas paralelas ou
linhas cruzadas) e Custom (hachura importada de arquivo .pat).
 Ferramenta Paint (PT) pinta somente uma face (com Tab é possível ir
selecionando as faces). Ferramenta Remove Paint remove o material
da face.
 Alterar materiais no topo de parede e dobra da janela, pois está com
material padrão, nem interno nem externo. Selecionar a parede,
EditType, e Wrap at ends é o topo da parede, colocar externo. No Wrap
at inserts, colocar both, pois dobra o material meio a meio.
 Utilizar Modify> Split Face (SF) para desenhar um contorno de face separado e aplicar
um outro material na parte da face (este novo material não remove o material
anterior do quantitativo).
 Para fazer a laje de banheiro usar Modify>Split face, selecionar a laje para recortar a
laje do banheiro, somente com um L, aplicar material e alinhar o material. Poderia-se
criar uma nova laje com piso de banheiro.
 Para acertar a paginação de piso, usar Align (AL) para alinhar a hachura de piso com
as paredes. Pode-se rotacionar a hachura, digitando (tab) selecionar a hachura, e
digitar o ângulo.
 Para fazer a porta cobrir a cerâmica, pode-se trocar a porta ou usar uma máscara.
 Criar material com hachura custom, baixada da internet
(http://www.revitcity.com/index.php), para fazer o telhado.
 Todos os mapas estão com problemas de escala para o modo métrico, estão 2,54 (1
polegada) vezes menor que o real. Selecionar em Appereance uma imagem de telha,
acertando a escala: dedo direito na escala >Edit Image, depois no campo Scale
multiplicar o valor por 2,54 ou estimar o tamanho real da amostra. Alterar isto
também no Bump.
 Em Home > Componentes >Load Family, inserir equipamentos
sanitários. Bater Tab que o componente vai rotacionando 90 graus.
Também tendo selecionado o componente, é possível rotacionar 90
graus teclando na barra de espaço. Mostrar nas elevações/cortes. Inserir
mobiliário.
 Para visualizar um pavimento inferior, é possível escolhê-lo em Underlay
nas propriedades da Vista de Planta Baixa.
 Para criar um grupo do pavimento térreo e copiar pra os seguintes:
selecionar as janelas do térreo, as paredes internas e o mobiliário (usar
CTRL para adicionar à seleção) para criar grupo em Create Group (GP).
Slecionar o grupo, clicar Copy, depois, Paste>Aligned at selected levels,
colando nos pavimentos 2 e 3.
 Se por acaso esquecer de adicionar algum componente (uma janela, por
exemplo) ao grupo, selecionar o grupo, editar o grupo, e selecionar Add
no menu aberto.
 Para criar elevações View>Elevation. As elevações do
Template são infinitas, as criadas, têm um campo de
alcance limitado. Definir o alcance da elevação,
podendo-se marcar o início movendo a linha tracejada
e o fim, deslocando-se a linha contínua da elevação.
 Nas propriedades da elevação é possível desligar Far
Clipping, e não ter limite final da elevação.
 Criar elevação interna para as 4 vistas do sanitário.
Alterando-se os limites das elevações (vistas
externas), é possível transformá-las em cortes.
 MenuView>Section
 Interromper a linha do corte, inverter o corte, alterar o
alcance do corte, alternar entre símbolo de corte; Revit
preenche automaticamente nome do corte e número da
prancha onde ele está.
 Para quebrar a linha de corte, vai em Section>
Split Segment
 Realinhando as linhas quebradas o corte fica
inteiro novamente.
 O corte não corta furnitures e outros objetos,
como equipamento sanitário, por exemplo.
 Cuidar na propriedade do corte hide at scale...
Se criar o corte em 1:50, em 1:100 e menor ele
não aparece mais. Para evitar isto, colocar tudo
em 1:5000!
 Crop Region Size
 Diferença entre:
 Parede Cortina (Curtain Wall), cria somente um painel de vidro, sem
divisões.
 Vidraça Externa (Exterior Glazing), cria um painel de vidro com
divisões, mas sem estrutura de montantes.
 Vitrine (Store Front), cria o painel já com os montantes.
 A Parede Cortina é composta por: Painel, Montantes e Subdivisões.
 Selecionar a parede da frente e trocar para Curtain Wall,
pode-se verificar na planta o vidro deslocado, e com 25
mm de espessura.
 Ir no Project Browser, Family, Curtain Panel, System
Panel, duplicar o Glazing (envidraçado), renomeando para
painel de vidro 10 mm. Editar este painel, alterar offset
para eventualmente zero para ir para o eixo; deixar o
material em vidro. Alterar espessura para 1 cm.
 Selecionar a parede de vidro, duplicando-a em Edit Type,
com nome .parede de vidro, e alterar curtain panel para
.painel de vidro 10 mm.
 Para criar divisões, ir em Edit Type, alterando Horizontal e
Vertical Grid Pattern.
 Opções:
 Fixed Distance – distância fixa entre painéis, deixando eventualmente o último modulo
diferente
 Fixed Numbers – número fixo de painéis (alterar na janela Propriedades)
 Minimum Space – espaçamento mínimo entre painéis, distribuição uniforme
 Maximum Space – espaçamento máximo entre painéis, distribuição uniforme.
 Alguns dos parâmetros são alterados na janela de Type Properties, outras na janela
principal Properties.
 Dividir na vertical em distância máxima de 100 cm, na horizontal em
distância fixa de 215 cm.
 Para criar montantes, ir em Famílias, Curtain Wall Mullions, Retangular
Mullion, duplicar montante retangular, criando dois montantes: 20x10
(Thickness (profundidade) 20 e Width (largura para cada lado do eixo) on
side 1 e 2, 5 cm cada)e 10x10 (10 e 5+5)
 Edit Type na parede para aplicar os montantes verticais e horizontais
 Para resolver o problema da fragmentação dos montantes
horizontais do final, selecionar a parede, Edit Type, em Join
Condition, selecionar Border and verticals continuous.
 Criar montantes novos em New >Family, buscando ”Metric Profile
Mullion”. UN para trocar unidades. Com as ferramentas do campo
Detail > Line desenhar uma elipse ou qualquer outra forma fechada
(não pode haver linhas sobrepostas!).
 Selecionar o botão “Load in to Project” para carregar o montante no
modelo da casa. No arquivo da casa, no grupo de famílias Curtain
Wall Mullions, duplicar o Retangular Mullion, selecionar Edit e
carregar o profile recém criado.
 Aplicar o montante criado nos montantes verticais da parede.
Experimentar alterar o componente montante (dimensões,
rotacionar...) e recarregá-lo no projeto.
 Aplicar portas em plano de vidro, as
portas normais não entram no
painel. Importar o painel em Insert >
Load Family, e importar da pasta
Curtain Wall Panel a porta para o
arquivo. Para aplicar a porta,
selecionar somente o painel, usando
TAB, soltar o Pin, e trocar na lista de
painéis da janela Properties.
Batendo barra espaço vai alterando
a posição e sentido de abertura da
porta. Para colocar a porta no eixo
do painel, pode-se dar Edit Type na
Porta e colocar no eixo, alterando o
offset para 0,00.
 Para ajustar o arremate da cortina com a laje de piso,
selecionar a parede e alterar base offset para .0,00. Puxar
a borda da laje no Nível 1, com Edit Profile, usando Align
AL na vista em planta baixa. A laje deve ser editada em
Edit Profile, alinhando-se a laje, ela desloca-se
inteiramente para fora, abrindo um rasgo no outro lado.
Alinhar a borda da laje na face da cortina de vidro.
 Puxar as paredes para frente, também com align (AL)
 Pintar a face da laje da mesma cor que o reboco com
Modify>Paint (PT)
 Unir a parede com a laje com Modify>Join (é como união
booleana) para limpar a união da parede com o espelho do
degrau.
 Para apagar montantes, selecionar, soltar o Pin e deletar. Fazer
isto no montante debaixo da porta, pois pode ficar um degrau.
 Selecionar o montante horizontal em cima da porta, usando
Tab, depois direto na cabeça do properties escolher outro.
 Para apagar montante, selecionar, soltar o pino e deletar.
 Para fazer o vidro não seccionado, selecionar o tracejado
(curtain wall grid) do montante e selecionar Add/remove
segments, selecionando o segmento novamente.
 Para deslocar uma linha de montantes, selecionar a Curtain Wall
Grid, soltar o pino e mover ou digitar nova cota.
 Para trocar um montante, selecionar, soltar o Pin, e no
Properties selecionar outro tipo
 Em Home > Build >Curtains Grid, pode-se criar novos
segmentos na pela de vidro (All Segments, One Segment, All
Except Picked).
 É possível criar-se janelas fitas com pano de vidro. Criar uma Curtain Wall,
com base offset de 90 e desconectar o topo, colocando altura de 120.
Desenhar a parede Curtain Wall sobre uma parede existente. Ignorar o
aviso de parede dentro de parede. Se eventualmente não cortar a
parede, em Modify > Cut, selecionar a parede, depois a pele de vidro.
 Duplicar a Curtain Wall e ajustar espaçamento horizontal. Ajustar o
espaçamento dos montantes. Definir montantes horizontais, verticais,
externos e internos.
 Carregar em Insert > Load Family, o painel de esquadria para a pele de
vidro, e substituir o vidro existente no modelo. Selecionar o painel
esquadria, e ajustar o offset para centralizar no quadro de montantes.
 Em Family, Curtain Wall Mullion, criar um montante retangular de 5x5 cm
e trocar na Curtains Wall.
 Copiar e colar nos níveis 2 e 3, ou adicionar ao grupo pavimento tipo.
 A planta de
forro é um
plano de corte
a 2,30 m de
altura,
olhando para
um “espelho”
no chão.
 Home > Ceiling > Automatic Ceiling cria o
forro para cada local, Sketch Ceilings,
permite desenhar o forro com as
ferramentas de desenho. Fazer nos locais
fechados por Automatic, e na sala
desenhar com Sketch. Cuidar para não
criar mais de um forro no mesmo lugar,
não há advertência de erro, e o
quantitativo sai errado. Para fazer furo no
forro, basta desenhar o polígono
internamente, como feito com o piso.
 O procedimento para criação e edição de
forros é semelhante ao de pisos.
 Selecionar todos os forros, usando Filter, e trocar para forro
60x60, alinhando o forro com as paredes. É possível usar Align
Multiple, e centralizar os forros, com as linhas auxiliares.
 Em Home > Component, Load Family carregar famílias de
luminárias, inserir luminárias. As luminárias possuem dados
luminotécnicos relativos a fluxo luminoso, temperatura de cor
da lâmpada etc.
 Criar grupo e copiar grupo para os outros pavimentos.
 Criar o telhado (Roof
by Footprint) na
implantação,
vinculando ao nível 4,
desenhando o beiral
com offset
(overgang) de 1,20m.
 Experimentar alterar
águas (define slope),
alterar base offset
from level (desloca
para cima ou para
baixo do nível de
referência).
 Alterar as opções Rafther Cut (Plumb Cut corta o telhado na
vertical, Two Plumb Cut corta na vertical e chanfra na horizontal,
combinado com o Fascia Depth; Two Cut Square chanfra na
“vertical” ortogonal ao caimento do telhado)
 Para alterar inclinações do telhado, modificar Slope. Para alterar
inclinação de somente uma água, ir em Edit Foot Print,
selecionar a aresta, modificando o valor da inclinação.
 Criar uma nova família de telhado, duplicando o existente, em
Structure criar duas camadas, madeira e telha.
 Para arrematar as paredes com o telhado, colocar o mouse sobre
uma das paredes externas, pressionar o Tab, que todas as outras
da sequencia serão também selecionadas. No menu superior
escolher Attach Top/Base e selecionar petriormente o telhando.
 Criar um telhado de quatro águas e copiar quatro
vezes, usando o Constrain. O madeiramento será
criado usando vários sistemas sobrepostos de Slope
Glazing (Vidraça inclinada).
 Criação dos perfis de madeiramento
 Em Family, Curtain Wall Mulions, criar:
 perfil terça (12 de thickness, width 3+3, offset 6);
 perfil caibro (6 de thickness, width2,5+2,5 offset 3);
 perfil ripa (2,5 de thickness, width3+3, offset 1,25)
 Conjunto de terças:
 selecionar o telhado mais baixo e
transformar em slope glazing.
 Edit Type, Duplicate, .madeiramento terças;
curtains panel: Empty (vazio)
 Terças no sentido horizontal, alterar Grid 2
Pattern., Maximum Spacing 150; Grid 2
Mullions, alterar todos para .perfil terça.
 Conjunto de caibros:
 selecionar o telhado seguinte e transformar
em slope glazing
 Edit Type, Duplicate, .madeiramento
caibros; curtains panel: Empty (vazio)
 Caibros no sentido vertical, alterar Grid 1
Pattern, Maximum Spacing 100; Grid 1
Mullions, alterar todos para .perfil caibro
 Conjunto de ripas:
 selecionar o telhado seguinte e transformar
em slope glazing
 Edit Type, Duplicate, .madeiramento ripas;
curtains panel: Empty (vazio)
 Ripas no sentido horizontal, alterar Grid 2
Pattern, Maximum Spacing 35; Grid 2
Mullions, alterar todos para .perfil ripas
 No modelo da telha, alterar rafter cut para
two cut square e fascia de 10 cm. Ao
mesmo tempo alinhar os telhados: utilizar
Anotate > Detail Lines (DL) para referência.
 Deslocar o telhado dos caibros 8 cm para
fora, deslocar o telhado das ripas 10cm
para fora, deslocar a telha 20cm.
 Colocar calhas.
 Escadas
 Retas
 Em L
 Em U
 Helicoidal
 Plateias
 Arquibancadas
 etc
 Criar escada reta,
observando número
de degraus criados e
a criar no percurso de
subida, pelo eixo da
escada. Notar regras
de criação, do nível 1
ao nível 2.
 Criar escada reta, em
L (cuidar onde
recomeça o pé) no
encontro dos eixos.
 Criar escada em U, não encontra o re-encaixe; para colocar distância
certa entre lanços, selecionar com window, pegar o ponto de
referência a 10 cm da dobra da escada e clicar no outro canto. Em
escadas metálicas, a estrutura é criada para fora da linha limite
lateral da escada. Todas estas escadas são criadas com a opção
“Run”.
 Escada em espiral, usando o arco, definindo a dimensão do eixo da
escada, observando degraus criados e a criar.
 Selecionando a escada e clicando na seta no alto dela, inverte o
sentido de subida da escada.
 Desenhando com RUN é mais simples, Boundary desenha pelo
contorno e Riser desenha pelo degrau.
 É possível, por exemplo fazer plateia em curva com escadas: Usar o
Riser para desenhar os degraus com arco, depois offset, por fim fazer
o boundary.
 Properties da escada. Regras
de escada: base level e top
level (início e fim da escada),
base e top offset
(deslocamento de início e fim).
Multistore copia a escada em
todos os pavimentos
selecionados. Graphics define
textos e setas. Alterar os
valores em Dimensions: Width
é largura da escada. Alterar
número de degraus desejados,
verificando a altura calculada
do degrau. Definir
profundidade do degrau.
 Edit Type da escada: Monolitic liga e desliga escada monolítica (de
concreto). Graphics seleciona fonte e texto.
 Materiais: Tread (degrau/patamar), Riser (espelho) Stringer (estrutura
lateral), Monolitic (escada monolítica).
 Minimum Tread Depth: Dimensão mínima do degrau. Tread
Thckness: espessura do degrau. Nosing Length: projeção do degrau
sobre o espelho (bocel). Nosing Profiles: Tipo de perfil de bocel.
 Risers: altura máxima, começar, terminar com espelho, tipo (reto,
inclinado, nenhum espelho), espessura do espelho, conexão do
espelho com o degrau.
 Stringers: arrematar (cortar) ou não a estrutura com a laje, Right e
Left Stringer: None – nenhuma estrutura lateral, Closed – estrutura
lateral fechada, Open – estrutura lateral abaixo dos degraus. Middle
executa estrutura no meio do degrau. Stringer Thckness e Height,
espessura e altura da estrutura lateral. Carriage height.
 Ao fazer escada monolítica, o guarda corpo fica no ar, pois perde a
estrutura de apoio dos Stringers. Para solucionar, em planta, inverter
o guarda corpo para que se apoie nos degraus, clicando nas setas de
mão dupla. Colocar material madeira no degrau e no espelho,
dimensionar espessura e bocel da escada, alterar perfil do bocel.
Stringer carriage height em escada monolítica é a espessura da laje.
 Criar escada de aço: desligar monolitic, aplicar material em aço para
tudo.
 Escada com estrutura central, fazer midle string, e retirar na
esquerda e direita, mas não dá apoio no patamar. Retirar então o
stringer central, ligar somente um stringer em open, o outro none.
Em Type properties, deslocar o offset o stringer offset. Inverter
posteriormente o guarda-corpo da escada para alinhar com o degrau
internamente.
 Criar Ramp, faz segmentos
de 12 m e cria patamar de
descanso para depois
continuar outro lanço. Não
é criada a seta de subida,
que pode ser feita com
Detail Line.
 Somente o guarda corpo
aparece tracejado. Para
fazer a rampa tracejada,
em Modify > Line Work,
trocar o tipo de linha do
contorno da rampa.
Trocando novamente para
By Category retorna ao
padrão original.
 Fazer rampa curva com o arco. Rampas curvas são bem
complicadas...
 Criar uma rampa de acordo com a NBR 9050, com
comprimento máximo de 960 cm pela norma (sobe 80 cm
em rampa 1/12). Maximum Incline Length é o
comprimento de 960 cm.
 Para fazer patamares de comprimentos fixos, criar Ref
Planes temporários no final da rampa, copiando-os para o
lado. Os References Planes são ocultos depois de criada a
rampa.
 Pode-se também fazer pisos com Floor, Modify Sub-
elements e levantar a aresta. Também alterar o Edit
Boundary, adicionando Slope Arrow...
 Railing faz o guarda corpo. Desenhar o
caminho com as ferramentas de
desenho. Deve ser um conjunto de
linhas contínuos e conectados.
 EditType do guarda corpo:
 Rail structure são os elementos
horizontais: inserir elementos, definir
altura e escolher o perfil. Offset faz o
guarda corpo poder ser invertido para
dentro ou fora da laje.
 Baluster structure são os elementos verticais:
 Main Pattern é o padrão de distribuição geral dos
balaústres
 Posts são os balaústres de início, canto e final.
 O balaústres não são perfis, mas famílias que
devem ser importadas para o projeto.
 Usar Insert > Load Family, para importar
famílias de balaústres.
 Depois de inserido no modelo, é necessário
selecioná-lo.
 Para distribuir definir
o padrão Distance
From Previous do
Main Pattern. Para
evitar o erro de
distribuição, tentar
resolver com o
Justify, o melhor é
Spread Pattern to
Fit.
 Para resolver a
distribuição muito
densa de
balaústres nas
escadas, desligar a
opção “Use
balusters per
tread on stairs”
Edit Type <
Baluster
Placement do
guarda corpo.
 Detalhamento (Calout): Detalhar a região de base do
corte, em View > Calout, o Revit já cria no Section uma
seção de detalhamento.
 Pode-se detalhar, cotar, a partir do menu Anotate;
colocar texto, adicionar leader, colocar regiões com
hachuras, linhas com espessuras.
 Os textos e cotas inseridos no callout não aparecem
no modelo 3d, mas as alterações no modelo 3d
aparecerão no callout.
 Experimentar alterar no corte a altura do piso e ir para
o Calout.
 Pode-se exportar para o AutoCAD, detalhar lá e
importar novamente. Para exportar e detalhar
no autocad, ir no R > Export > Cad Formats.
 Em [...] Select Export Setup, alterar Units and
Coordinates para cm, pode-se também alterar
os layers. Alterar para layers padrão AsBEA.
 Detalhar no Autocad...
 Voltando para o Revit, apagar a chamada de Callout, cria um novo
Calout, marcando “Reference other view”, selecionando “New
Drafting View”, e marca o Callout.
 Vai para a nova vista, vazia e insere o desenho do autocad, com
duas opções: “Link cad”, referenciado e atualizável sempre que
alterar o desenho do cad; ou “Import cad”, que fica desvinculado.
 Opções de colors, layers, etc.
 É melhor importar Black & White, senão vai ser impresso colorido
pelo Revit.
 Para gerenciar layers do que foi importado, estando na Drafting
View do Calout, ir em Manage > Object Styles, selecionando a aba
Imported Objects. Alterar Line Weight e Line Color.
 Cotas: Menu Anotate
 Aligned: alinhado com a face
 Linear: somente horizontal e vertical
 Angle: cota de ângulos
 Radius: cota de raio de arcos e círculos
 Escolher
 Wall centerlines
 Wall faces
 Center of core
 Faces of core
 Revisar parâmetros de definição da cota.
 Se tivermos várias janelas numa parede, cotando o eixo delas,
depois clicando no EQ, o Revit coloca todas as distâncias iguais.

 Selecionando-se uma parede, aparece a dimensão dela, e logo


abaixo um símbolo de cota. Clicando-se neste símbolo, a
dimensão vira uma cota.
 Cotar preferencialmente em modo Hide, evitando deixar algum
pavimento visível em Underlays.
 Cotar paredes inteiras: Usar modo
Aligned. No modo Individual
References, vai-se selecionando as
faces perpendiculares à linha de
cota. No modo Entire Wall, opções
de cotar aberturas, pelo eixo ou
pelas extremidades, paredes
internas e eixos de malha.
 Para inserir cotas intermediárias numa linha já
existente, selecionar a cota existente, escolher
Edit Witness Line no menu superior e ir clicando
nas posições de linhas de chamada. Para
terminar, clicar fora da cota no desenho.
 Criar três linhas de cota para cada parede.
 As cotas são elementos 2D (como todas as
ferramentas do menu Anotate) e não aparecem
no modo 3D
 Spot Elevation permite colocar
nível no projeto, em planta ou
em elevação ou corte. Desligar
o leader para fazer somente o
símbolo.
 Spot Slope faz inclinação do
telhado, podendo ser usado em
planta, em elevação ou corte.
 Em ambos, pode-se alterar para
percentual ou ângulo.
 Tipos de linhas
 Desenhar projeção do telhado
 Textos e anotações
 Criar família; opção Leader
 Desenho de pilares
 Filled Region; Edit Type; Duplicate
 Desenho de vigas
 Filled region com invisible lines
 Mascaramento
 Anotate > Region > Masking Region: permite criar
mascara (passar um corretivo) no modelo. Para esconder
hachuras que a porta não cobre, por exemplo.
 Linhas invisíveis
 Modify > LineWork: permite fazer com que determinadas
linhas fiquem invisíveis (por exemplo, ligações entre peças
de escada) , ou tracejadas. Pra voltar, fazer a mesma coisa,
mas escolher By Category.
 Nome de ambientes:Home > Room.
 Usar o Room Separation Line para isolar.
 Para obter a área, selecionar o Tag, Edit Type, e ligar a opção área.
 Alterando-se as dimensões dos ambientes, pelo deslocamento de paredes, a
área é recalculada.
 Editar a família tag de ambiente:
 Selecionar o tag, Edit Family, apagar o indicador de ambiente, apagar o
volume, mover o texto
 Finalmente, recarregar para o projeto.
 Alterando-se a geometria do projeto, as áreas são recalculadas
 Massing & Site >Toposurface: Colocar a cota das elevações
 Colocar cotas negativas e cotas positivas.
 No corte, aparece a terra. Se a terra não descer toda, clicar na
setinha ao lado de Model Site, abrindo a caixa de diálogo alterar
valor de Elevation of Poche Base para um valor mais baixo.
 Editar pontos do terreno: mover, apagar, inserir novos.
 Materiais do terreno:
 O material das Properties somente afeta a superfície, não o terreno
em corte. Para alterar material do corte, clicar na seta para ir em Site
Settings. Na mesma janela é possível ajustar a densidade de curvas
do terreno.
 Pode-se inserir as curvas a partir do autocad:
 Insert > Import Cad; selecionar opções corretas;
 Massing > Topo Surfce, Create From Imported, Select
Import Instance, selecionar o objeto, e os layers.
 Deletar o arquivo de referência do autocad.
 Se o prédio estiver no ar:
 selecionar o terreno, Edit Surface, e selecionar os
pontos desejados ao redor da casa, através de uma
janela, e digitar a nova cota Z destes pontos.
 Experimentar inserir novos pontos, mover os pontos,
ajustando o talude.
 Para desenhar no terreno:
 Pode-se desenhar no terreno (lago,
caminho...) em Massing & Site > Sub Region
 Desenhar com Spline. Como a Spline não
fecha (e precisa ser fechada), fazer um
último segmento com uma pequena linha
 Desenhar um lago, desenhar caminhos
 Aplicar materiais na propriedade do objeto.
 Criação de laje no terreno: Building Pad, utilizando as
ferramentas de desenho e edição, cria platô no nível
selecionado, com opções se nível semelhantes às de uma
laje. O Bulding Pad se ajusta a níveis intermediários de
terreno, compensando com taludes.
 Como no nível 1 não aparece o Building Pad (nem o
terreno), clicar na lâmpada, para mostrar o que está
oculto no vista, selecionar o terreno, dedo direito, e
Unhide in View Category, clicando novamente na
lâmpada.
 Desenhar o muro de arrimo com Wall (se não
pegar osnap, desenhar solto e depois alinhar).
 Ajustar a altura do muro de contenção e o perfil
dos muros laterais com Edit Profile, através de
um corte auxiliar.
 Deletando o Building Pad, o terreno volta.
 Para ajustar a forma do terreno na implantação
(retirar bordas irregulares, por exemplo) utilizar
a ferramenta Massing & Site > Split, que divide
o terreno, permitindo-se apagar o contorno
irregular.
 Inserir árvores, utilizando Em
Massing & Site, a ferramenta
Site Component. Para ver a
aparência da árvore, nas
propriedades do componente, ir
em Render Appereance.
 Archvision produz RPCs
 Revisar opções na linha de baixo: Escala, nível de detalhamento,
estilo visual.
 Ligar a sombra, regular posição do sol. Clicar no Sol e selecionar
Sun Settings.
 Criar Still, (Sol Still é sol estático, definir local, horário a partir do Summer),
selecionar e duplicar um dos “sol” colocando nome .Sol_SL, por exemplo.
Localizar a cidade, determinar data e hora.
 Ground Plane at level define um “chão” para projeção de sombra caso não se
tenha o terreno modelado.
 Em Manage > Location é possível também alterar-se a localização do projeto.
 Para ligar o Sol: Sun Path on.
 Pode-se alterar dinamicamente a posição do sol, a data, etc. na órbita solar.
 Para ajustar o norte, ir no terreno (implantação), seleciona a origem, e
rotaciona o norte.
 Para atualizar no novo sol (novo norte), no 3d, desligar o sol e religar.
 Cada vista pode ter um sol diferente, selecionar para a fachada,
implantação, etc.
 Section Box: ligar na janela Properties da vista 3d e permite cortar o projeto.
 Pode-se fazer tipo maquete, ou fazer um plano de corte, como no Sketchup, ou
fazer cortes perspectivados, por exemplo.

 Fazer planta humanizada, (a vista


em planta até permite fazer a
vista realística e com sombra,
mas não renderizada).
 Para resolver, pode-se abrir a
vista 3d, na vista topo, e fazer o
render então.
 Colocar o tijolo com a pintura
preta para renderizar sem a
textura de tijolo.
 Ocultar ou mostrar objetos: Revit não trabalha com layers, mas com categorias e
elementos: Mostrar ou esconder objetos, categorias e elementos.
 Funções do Óculos (ocultar ou isolar temporariamente
 isolate category - isola toda a categoria de elementos
 hide category- oculta toda a categoria de elementos
 isolate elemento- isola somente o elemento selecionado
 hide element- oculta somente o elemento selecionado
 Funções da lâmpada
 Mostra o que está oculto na vista, permitindo trazer de volta elementos escondidos)
 Apply Hide/Isolate in View, coloca a alteração de visualização em definitivo. Pare
desfazer, ligar a lâmpada, selecionar objeto e Unhide in View.
 Pode-se selecionar um objeto, e fazer Hide em View, a lâmpada mostra em
magenta o que está escondido, pode ser revertido.
 Para fazer por exemplo duas plantas baixas, uma
técnica, outra mobiliada (de apresentação)
 Clicar na Vista no Projetct Browser, dedo direito e
Duplicate Vew
 Duplicate – duplica somente o que é modelado em 3D
 Duplicate with Detailing – duplica com detalhamento
(cotas, textos, anotações, etc.)
 Duplicate as Dependent – vistas dependentes, alterações
simultâneas numa e noutra
 Renomear as duas vistas, ocultar o mobiliário na
planta técnica.
 Criar câmera para renderizar: View > 3d view > câmera, a
partir da vista do nível 1. Desligar Far Clip Active na
Propriedade da vista, para enxergar o final do terreno. Pan
e zoom mudam o quadro, não a vista.
 Para enquadras a cena, utilizar Full navigation Wheel
permite navegar pela visualização da perspectiva. Zoom,
Orbit e pan são os principais recursos.
 É possível também alterar a posição da câmera na planta
baixa: Vai para o nível onde a câmera foi criada, no Project
Browser, selecionar a vista 3D View, e com o dedo direito
ativar Show Camera. A câmera aparecerá na vista em
planta.
 Render: Region seleciona região.
 Quanto maior o nível de qualidade, maior o tempo de
renderização.
 Resolução da imagem: screen (depende do zoom) ou printer.
 Selecionar esquema de iluminação.
 Selecionar background nuvens, haze (neblina).
 A imagem renderizada vai aparecer em Renderings.
 Para renderizar no 3D Studio, exportar o modelo 3D em DWG.
 Save to Project grava o render internamente no projeto, Export
permite salvar externamente a imagem no disco.
 Ajustar exposição.
 Opção “Tag on Place” para colocação de esquadrias
 Menu Anotate > Tag > Tag All permite recolocar Tags em
esquadrias
 Editar a família de Tags das portas
 Apagar a caixa
 Retirar Mark, inserir Model, base e height
 Formatar os tags
 Enviar para o projeto
 Selecionar a porta, em Edit Type alterar o “model”
 Pode-se também alterar por duplo clique no Tag
 Editando-se dimensões no tag alteram-se dimensões no projeto
 Fazer as mesmas operações para as janelas
 View > Schedules > Schedules/Quantities
 Selecionar Doors
 Adicionar Model, Count, Description, Base, Height
 Sorting/Group, Sorting by model ascendig, desligar
Itemize every instance
 Alterar dimensões na tabele e são alteradas no Model
e nos Tags
 Colocar lado a lado planilha e modelo 3d,
selecionando a esquadria na tabela
 Fazer planilha para as janelas
 Tabela de Paredes: View > Schedules > Schedules/Quantities. Selecionar Wall,
depois Type, Area, Volume.
 Criar novas paredes no projeto, atualizando a tabela
 Desligar Itemize ever instance.
 Para corrigir o erro de linhas em branco e calcular o total, ir em Formatting >
Areas, ligando o Calculate totals.
 Para calcular o custo total: inserir campo Cost, no campo Fields, Calculate
value, criando um campo chamado “Custo total”. Disciplina Common, Type
Area, e fazer Area*Cost.
 Digitar os valores de custo. Para preencher os campos não calculados, ir em
Formatting, e ligar Calculate total.
 Para retirar o m² do Custo, ir em Formatting, selecionar o campo, clicar Field
 Quantitativo de Materials: Material takeoff, Wall, abre outra
janela, selecionar Material Name, Material Area, Material volume.
Calculate total, para mostrar as somatórias.
 Para calcular os custos, no campo Fields, inserir Material Cost,
criar um novo campo “custo material em m²”, criando a fórmula
área*custo. Fazer o mesmo para o custo em m³.
 Inserir coluna com o número de tijolos, dividindo a área por 50.
 Para filtrar, ir em Filter, Material name equal .tijolo.
 Para calcular o custo total das paredes, em Sorting/Group, ligar
Grand Totals.
 Exportar para o Excell em Export, Reports, Schedules
 Quantitativo de Materials: Material takeoff, Wall, abre
outra janela, selecionar Material Name, Material Area,
Material volume. Calculate total, para mostrar as
somatórias.
 Para calcular os custos, no campo Fields, inserir Material
Cost, criar um novo campo “custo material em m²”,
criando a fórmula área*custo. Fazer o mesmo para o custo
em m³.
 Inserir coluna com o número de tijolos, dividindo a área
por 50.
 Para filtrar, ir em Filter, Material name equal .tijolo.
 View>Sheet, Load, e carregar a prancha.
 Para editar a prancha, selecioná-la e Edit Family.
 Editar o desenho, criando novas linhas ou apagar. Editar os textos:
 Text é texto simples, pode ser editado e alterado diretamente na prancha;
 Label é preenchido quando lançar a prancha no projeto, automaticamente ou
pelo autor. Selecionando o Label, em Edit Label é possível incluir novos.
 Copiar o Label data e alterar para nome e caminho do arquivo. Alterar as
margens, as unidades, eventualmente. Inserir imagem de logotipo do
escritório. Finalmente, carregar para o projeto a prancha.
 Em View Sheet, pode-se criar novas pranchas e vai incrementando a
numeração.
 Antes de carregar a view, definer a escala. Isto é feito na view.
 Show Crop Region enxerga o quadro externo da vista, limitador do que se
enxerga na prancha. Ligando ou desligando, mostra ou não o contorno
da viewport.
 Crop View, deixar ligado antes de arrastar para a prancha.
 Em View > View, selecionar o que se quer inserir na prancha. Vem
com o nome, escala e o número a que se refere a vista. Inserir um
corte: nome do corte e número dentro da bolinha, corresponde ao
número do corte e na planta o número também aparece
juntamente com a prancha. Selecionar o título do corte e no Detail
number da propriedade, trocar para AA, por exemplo. Pode-se
encolher e linha de título. O número da bolinha do corte,
aparecerá na bolinha de corte da prancha.
 Com dedo direito, Activate View, pode-se entrar no Viewport, no
model Space. Depois, dedo direito e Deactivate View.
 Colocar 3d, render, etc... Para escalar imagem,
somente com Activate View. Selecionando a VP, pode-
se alterar para No Title e colocar o título com Anotate.
 Não é possível inserir a mesma vista em duas
pranchas. Para colocar em duas pranchas, tem que
duplicar a vista.
 Para imprimir, usar gerador de PDF, Revit não tem
PDF próprio. Bom gerador é o CutePDF ou PDF
Creator. Em Setup, definir o tamanho do papel, Zoom
100% é melhor que fit to Page. Paper placement no
centralizado.
 Definir unidades. Criar 15
pavimentos de 400 cm
pavimentos com a ferramenta
Copy (ligar Multiple e
Constrain). Pavimento criado
com level fica azul e cria Vista.
Level copiado, fica preto e
não cria vista.
 Para criar a planta, ir em View
> Plan View > Floor Plan,
selecionando os pavimentos.
Marcar todos e dar Ok
 Para criar a Massa, vai em Massing e Site > In Place Mass,
fechar a advertência e deixar o nome massa 1. Desenhar a
planta (os retângulos), do modelo. Colocar em vista 3D,
copiar partes de planta e copiar em níveis selecionados.
Selecionar as formas nos dois níveis e usar o Create Form
para gerar o volume.
 Para que não haja cômputo dobrado de áreas, é melhor
fazer Join para unir os volumes. Pode-se a qualquer
momento fazer Unjoin para reverter o comando. Usar o
Finish Mass para terminar a criação da massa.
 Selecionar a Massa e usar Mass Floors. Marcar até o
penúltimo pavimento e criar os pisos (não criar o último
pois vai contar como área construída).
 Criar um volume vazio com o Edit in Place da massa,
desenhar no terreno, copiar, e criar Void Form pelo mesmo
processo, ou pelas propriedade do elemento de massa.
 Para saber a área construída, ir em View
> Schedules > Schedules / Quantities,
selecionando Mass e Mass Floor. Na
janela seguinte, selecionar Level e Floor
Area.
 Para totalizar, em Formating Floor
Area, Calculating Totals. Experimentar
alterar a volumetria movendo as faces
das massas para recalcular a área.
 Para materializar as superfícies, em
Massing e Site >Model by face, cria-se
as peles, paredes, pisos e telhados.
 Massing& Site >Floor, selecionar todos
 Para criar um painel de cortina diferenciado
do formato retangular: Criar uma nova
família a partir do template Metric Panel
Curtain Wall, selecionando uma nova
geometria nas propriedades.
 Selecionar o polígono e criar forma, aplicar
material vidro. Para o perfil, selecionar o
plano de trabalho, criando um círculo.
Selecionar o caminho e o círculo, e criar
forma. Salvar, e mandar para o projeto.
 No projeto, Selecionar a massa, Edit in
Place, selecionar a face, e selecionar Divide
Surface. Nas propriedades selecionar o
painel hexagonal.
 New Family, porta métrica. Definir
Unidades. Apagar as guarnições. Criar o
marco pelo sweep. Desenhar o percurso,
antes definindo o plano de trabalho em
Set (pick a plane.
 Desenhar o perfil. No botão da direita do
material, adicionar parâmetro (não
selecionar By category!). Adicionando no
botão ao lado, pode-se alterar o
materialno projeto, senão fica material
fixo.
 Desenhar a folha com extrusão,
selecionando o plano de projeto. Fazer a
forma da porta pela vista, menos que o
marco, alinhar e chavear.
 Criar tb material parâmetro para a folha.
 Criar novo arquivo “Metric Generic Model par
a maçaneta. Modelar usando ,usando sweep e
extrude. Material para a maçaneta. Mandar a
maçaneta para a porta, mover para cima,
espelhar para criar o outro lado.
 Alinhar a maçaneta com a folha da porta e
chavear, alinhar e chavear. Criar um plano de
referência a 10 cm da borda, alinhar e travar as
maçanetas.
 Cotar o plano em relação à parede e travar a
cota.
 Para adicionar propriedade de material na
maçaneta, voltar ao projeto dela, selecionar os
dois objetos e adicionar propriedade. Na
porta, selecionar a maçaneta, Edit Type e
inserir novo parâmetro de material maçaneta.
 Mandar a porta para o projeto. Para resolver o problema de ajustar
a largura do marco com a parede, voltar para o projeto da porta,
selecionar o Sweep de criação do marco, alinhá-lo com a linha de
referência da parede, e travar o cadeado.
 Mandar para o projeto, alterar dimensões e materiais da porta.
 Desenhar a porta em planta baixa: A folha 3D está fechada.
Selecionar folha e maçaneta, visibility graphics, desligar vista em
planta. Para a folha desligar também a opções de visibilidade em
corte. Desenhar a folha 2D no annotate com symbolic line.
Desenhar o arco de abertura. O arco conectará a dimensão da
folha com as mudanças de largura da porta. Desenhar a maçaneta
 Fazer a mascara para a folha no annotate masking region, fazendo
menor e alinhando tudo.