Vous êtes sur la page 1sur 55

DESENVOLVIMENTO PESSOAL

Código Unidade | Coaching Motivacional e


Mindfulness

Utilizado pelo formador:


João Ribeiro
UNIDADE
• Definir Motivação

• Entender a Motivação nas organizações, liderança e no trabalho

• Perceber as diferenças entre motivação/necessidade/impulso/instinto

• Distinguir entre motivação intrínseca de motivação extrínseca

• Identificar os diferentes tipos de motivação

• Perceber a sequência motivacional

• Reconhecer a importância da frustração para a Motivação

• Entender a Pirâmide Motivacional de Maslow

• Descobrir técnicas de Mindfulness


CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Motivação
2. Motivação nas organizações
3. Motivação e liderança
4. Motivação no trabalho
5. Motivação/necessidade/impulso/instinto
6. Tipos de motivação
7. Motivos
8. A sequência motivacional
9. Motivação/Frustração
10.Pirâmide Motivacional de Maslow
11.Mindfulness
TEMA 1
MOTIVAÇÃO
MOTIVAÇÃO
Motivação é um impulso que faz com que as pessoas agem
para atingir os seus objetivos.

A motivação envolve fenómenos emocionais, biológicos e


sociais e é um processo responsável por iniciar, direcionar e
manter comportamentos relacionados com o cumprimento de
objetivos.

Motivação é o que faz com que os indivíduos deem o melhor


de si, façam o possível para conquistar o que pretendem e,
muitas vezes, alguns acabam até mesmo por “passar por
cima” de outras pessoas.
MOTIVAÇÃO (continuação)

• A motivação é um elemento essencial para o


desenvolvimento do ser humano. Sem motivação é muito
mais difícil cumprir algumas tarefas. É muito importante ter
motivação para estudar, para fazer exercício físico, para
trabalhar, etc.

• A motivação pode acontecer através de uma força interior,


ou seja, cada pessoa tem a capacidade de se motivar ou
desmotivar, também chamada de auto-motivação, ou
motivação intrínseca. Há também a motivação extrínseca,
que é aquela gerada pelo ambiente que a pessoa vive, o
que ocorre na vida dela influencia em sua motivação.
Na área da psicologia, Maslow e McClelland criaram as suas teorias
para a motivação.

O homem motiva-se quando as


suas necessidades são supridas,
Maslow como a auto-realização, auto-
estima, necessidades sociais,
segurança e necessidades
fisiológicas.

McClelland 3 necessidades essenciais para a motivação:

Poder Afiliação Realização


MOTIVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES

A motivação, e a falta dela, são assuntos muito


discutidos também nas organizações.

A motivação empresarial, ou seja, a capacidade de


motivar cada elemento de uma empresa é essencial
para o seu sucesso.
MOTIVAÇÃO E LIDERANÇA

Motivação e liderança são conceitos que estão


intimamente ligados.

Um bom líder deve estar motivado e, ao mesmo


tempo, deve ser capaz de motivar os elementos da
sua equipa.
MOTIVAÇÃO NO TRABALHO

• A motivação é um conjunto de motivos que se manifestam


e influenciam a conduta de um indivíduo.

• Assim, a motivação no trabalho influencia a disposição que


o funcionário de uma empresa tem para cumprir as suas
tarefas. Quanto mais motivado está, melhor vai cumprir o
seu trabalho.

• É importante que os chefes consigam motivar os seus


trabalhadores, porque assim conseguem e existe a
probabilidade de ocorrer um aumento na produtividade.
MOTIVAÇÃO/NECESSIDADE/
IMPULSO/INSTINTO

• Não são diretamente observados ou medidos.

• O que se observa é o comportamento, como consequência.

 Necessidade: carência, deficiência ou ausência

 Motivo: estado interno que resulta de uma necessidade

 Impulso: motivos que servem para satisfazer as


necessidades fisiológicas básicas

 Instinto: padrões de comportamento hereditários


TEMA 2
TIPOS DE MOTIVAÇÃO
TIPOS DE MOTIVAÇÃO
Motivação intrínseca
corresponde aos fatores que são gerados internamente e que fazem com que as
pessoas se comportam de uma certa maneira ou se movam numa certa direção.
Estes fatores incluem responsabilidade (o sentimento de que o trabalho é
importante), autonomia (a liberdade de ação), razão para usar e desenvolver
competências, trabalho interessante e aliciante, oportunidades de desenvolvimento
e progresso na carreira.

Motivação extrínseca
tudo que se faz para motivar as pessoas. Inclui recompensas, como um aumento
salarial, prémios ou promoções, punições como ações disciplinares e críticas.

Os fatores extrínsecos podem ter um efeito imediato e poderoso, mas não irá
durar muito tempo.
Os fatores intrínsecos, relacionados com a "qualidade de vida do trabalho" (uma
frase que surgiu deste conceito), têm um efeito mais profundo e de longa duração,
por serem inerentes aos indivíduos e não impostos pelo exterior.
MOTIVOS
IMPULSOS BÁSICOS (OU PRIMÁRIOS)

• São motivos que ativam o comportamento e vão satisfazer uma


necessidade.
• Surgem para satisfazer as necessidades básicas, como respirar (oxigénio),
beber (água), comer (alimento), dormir (sono), sexo, evitação da dor,…
• A satisfação destes impulsos é fundamental para a sobrevivência do
indivíduo.
• Podem ser influenciados por fatores ambientais e modificados por
aprendizagem.
• Por exemplo, se a fome é uma necessidade básica, o que se come e como
se come são determinados pela sociedade e pela aprendizagem.
MOTIVOS SOCIAIS

• Explicam-se pelo facto do homem viver em sociedade.

• Têm por objetivo satisfazer as necessidades que o indivíduo


tem em se sentir amado, respeitado, aprovado,…

• As pessoas rejeitadas pela sociedade, ou que se encontram


socialmente isoladas, têm tendência a chorar muito,
tornam-se apáticas, deixam de se cuidar,…

• Muitas das necessidades sociais (ou secundárias) são


veiculadas pela publicidade.
MOTIVOS PARA ESTIMULAÇÃO SENSORIAL

• As pessoas e muitos animais necessitam de estimulação


sensorial; a falta desta provoca irritabilidade, tédio,…
• Muitas pessoas, principalmente os jovens, sentem necessidade
de procurar excitação em atividades arriscadas, como
mergulhar, bunging-jumping, saltar de paraquedas,…
• Normalmente as pessoas toleram pouco as experiências
repetitivas, monótonas e constantes.
• A curiosidade está associada a esta estimulação sensorial de
manipular e explorar o ambiente.
• As pessoas sentem-se atraídas pelo que é novo e
desconhecido.
MOTIVOS DE CRESCIMENTO

• Relacionados com a necessidade de realização pessoal e


competência.

• As pessoas esforçam-se e trabalham no sentido de


aumentar o seu nível de competência, e por isso realizam
tarefas com um grau de complexidade cada vez maior.

• As pessoas que fracassam frequentemente, baixam a sua


auto-estima e sentem afetada a sua relação com os outros.

• Estas pessoas estão mal consigo mesmas, não se aceitam


muito bem e também não estão bem com os outros.
IDEIAS COMO MOTIVO

• Todas as pessoas que vivem em sociedade agem em função


de determinados valores, crenças e metas – ideias.

• As ideias podem ser motivadoras quando se acredita nelas.

• As ideias constituem uma grande força motivacional, pois,


através delas, o sujeito antevê o seu sucesso ou o seu
fracasso.

• As ideias orientam a sua conduta e determinam a força da


sua persistência na sua concretização.
TEMA 3
A SEQUÊNCIA MOTIVACIONAL
A SEQUÊNCIA MOTIVACIONAL
A necessidade gera o impulso ou motivo. Este mobiliza as energias do sujeito
no sentido de procurar o(os) objeto(os) que satisfaça(m) a sua necessidade
atingindo, por isso, o objetivo: a saciedade ou satisfação.

Necessidade Impulso

Comportamento(s)
Satisfação

Objeto(s)

Objetivo
Respostas
TEMA 4
A FRUSTRAÇÃO
MOTIVAÇÃO/FRUSTAÇÃO

• A frustração está associada à motivação, na medida


em que se manifesta quando o indivíduo não é
capaz de satisfazer uma necessidade ou desejo.
• A frustração é consequência de um bloqueio de
satisfação, inerente ao desejo de atingir
determinado objetivo.
RESPOSTAS À FRUSTRAÇÃO

• Agressividade
• Racionalização
• Projeção
• Regressão
• Resignação
• Fuga
• Transferência
• Compensação
• Integração
TEMA 5
PIRÂMIDE MOTIVACIONAL DE
MASLOW
TEORIA MOTIVACIONAL DE MASLOW
• A Pirâmide de Maslow, também chamada de hierarquia das
necessidades de Maslow, é um conceito criado na década de 50 pelo
psicólogo norte americano Abraham H. Maslow.

• O seu objetivo é determinar o conjunto de condições necessárias para que


um indivíduo alcance a satisfação, seja ela pessoal ou profissional.

• De acordo com a teoria, os seres humanos vivem em busca da satisfação


de determinadas necessidades. Para o psicólogo, a perspetiva de
satisfação dessas necessidades é o que gera a força motivadora nos
indivíduos.

• A pirâmide de Maslow é usada, então, para demonstrar a hierarquia


dessas necessidades. Ou seja, descreve quais são as mais básicas (base
da pirâmide) e as mais elaboradas (topo).

• As necessidades base são aquelas consideradas necessárias para a


sobrevivência, enquanto as mais complexas são necessárias para alcançar
a satisfação pessoal e profissional.
Hierarquia de Necessidades de Maslow
Necessidades Fisiológicas
Tratam-se das mais básicas necessidades, que precisam ser
saciadas para manter o corpo saudável e garantir a
sobrevivência. São elas, por exemplo:
– Processos de homeostase (sentimento da temperatura
corporal, funcionamento hormonal, entre outros)
– Processos de respiração, sono e digestão
– Saciamento de fome e sede
– Disponibilidade de abrigo

Maslow acreditava que, sem essas necessidades saciadas, o


indivíduo sequer pode preocupar-se com os níveis seguintes
da pirâmide.
Necessidades de Segurança

A necessidade de segurança engloba mais do que a presença


de um abrigo. Confira alguns exemplos:
– Estabilidade no emprego: renda garantida
– Segurança do corpo: abrigo seguro, proteção contra
ameaças
– Segurança da saúde: planos de saúde, ausência de
doenças
– Segurança da família: seguros de vida
– Segurança da propriedade: casa própria, garantia de
proteção aos seus bens

Ou seja, esse nível da pirâmide trata das sensações de


proteção e garantias de soluções perante a situações que
estão fora do controle do indivíduo.
Necessidades de Amor e Relacionamentos

Essas necessidades estão relacionadas com o senso de


pertencimento e intimidade, dois fatores essenciais para a felicidade
humana. Evoluímos, afinal, de maneira social. O bom relacionamento
com o grupo e com os pares é importante para os esquemas de
motivação. Veja alguns exemplos:
– Amizades
– Família
– Relacionamentos amorosos
– Intimidade sexual
– Intimidade platônica
– Pertencimento a grupos ou sociedades (igreja, escola, grupos
de atividades, grupos de interesses em comum)
– Identificação e aceitação perante a seus pares
Necessidades de Estima

Além de assegurar relacionamentos, o ser humano também


tem a necessidade de sentir-se estimado neles. Ou seja,
precisa desenvolver a habilidade de reconhecer suas
potencialidades. Precisa também que seus pares reconheçam
e identifiquem seu valor no grupo. Veja alguns exemplos:
– Autoestima
– Confiança
– Conquistas e realizações
– Reconhecimento dos pares
– Respeito dos outros
– Respeito aos outros
Necessidades de Realização Pessoal

Tratam-se das mais complexas necessidades do ser-humano. São,


entretanto essenciais para que o indivíduo alcance a verdadeira
realização pessoal e profissional. São elas:
– Moralidade: definir e seguir o seu próprio sistema moral
– Valores: conhecer e se ater aos seus valores fundamentais
– Independência: auto-suficiência e liberdade
– Criatividade: rotina que possibilita que o indivíduo exercite
suas capacidades inovativas
– Espontaneidade: capacidade de agir de maneira autêntica e
congruente com seus pensamentos
– Controle: possuir o controle de suas emoções e ações
– Autoconhecimento: entender seus objetivos, potencialidades e
pontos fracos
– É preciso muito trabalho, reflexão e conhecimento de si para
satisfazer essas necessidades. No entanto, essa é uma jornada
que vale muito à pena.
PIRÂMIDE DE MASLOW APLICADO
AO COACHING
• Para Maslow, a felicidade está diretamente ligada à satisfação das
necessidades ilustradas na hierarquia da pirâmide. Ou seja, é necessário
que o indivíduo satisfaça os níveis mais altos da pirâmide para atingir
sensações de triunfo e realização.

• A auto realização, inclusive, é definida pelo autor como o impulso de


elevar o próprio potencial ao máximo, procurando uma expressão genuína
de sua essência.

• A pessoa auto realizada procura sempre agir promovendo o bem-estar e o


desenvolvimento das pessoas à sua volta. A pirâmide de Maslow pode ser
aplicada ao coaching.

• O coaching utiliza conceitos da psicologia positiva e de várias outras


escolas do conhecimento, buscando promover o autoconhecimento e auto
melhora. Compreender as suas motivações e necessidades é parte desse
processo, possibilitando um entendimento mais amplo dos seus objetivos.
EXERCÍCIO

• Desenhe ou escreva os níveis de necessidades da pirâmide.

• Acima da pirâmide, escreva uma de suas maiores metas ou


sonhos.

• Identifique na pirâmide, começando do primeiro nível,


todas as necessidades que seriam supridas ao atingir esses
objetivos.

• Quais dessas necessidades são mais importantes para si? E


porquê?
TEMA 6
MINDFULNESS
MINDFULNESS
Na sociedade em que vivemos o dia-a-dia dos indivíduos é cada vez
mais stressante, estando sujeitos a pressões constantes vindas de
todos os lados.
No contexto profissional, a pressão para não falhar é cada vez maior.
Em casa, cuidar dos filhos e da família nem sempre é fácil e, em
muitos casos, a necessidade de gerir cuidadosamente o dinheiro
disponível é algo que pode levar à exaustão. Outras vezes até
mesmo o trânsito satura. Tudo deixa a mente exausta.

É nesse sentido que está a tornar-se comum os indivíduos aderirem


a práticas de mindfulness. Traduzindo para português, esta
expressão significa “atenção plena” e teve origem na filosofia
budista.
Através destas práticas, as pessoas conseguem levar a sua mente a
relaxar, abstraem-se das desatenções do seu quotidiano e focam-se
naquilo que realmente devem focar.
PRÁTICAS DE MINDFULNESS
 Ter um acordar consciente – Assim que acorda, perceber e
interiorizar antes de tudo onde está, de que forma está deitado e
focar-se no movimento da sua respiração é uma excelente
exercício para um levantar focado e uma mente limpa logo pela
manhã.
 Caminhar – Uma prática que acalma a mente é caminhar. Um
exercício interessante é focar os pensamentos no movimento do
corpo, tais como os pés a bater no chão sendo excelente para a
abstração de tudo o resto.
 Meditação de 1 minuto – Parar 1 minuto durante o dia para
meditar, respirar e reorganizar todos os seus pensamentos traz
um bem tremendo à saúde mental do ser humano.
 Passatempos terapêuticos – Exercícios como pintar livros para
colorir têm um efeito bastante imersivo para a mente, deixando-a
mais leve e relaxada.
PRÁTICAS DE MINDFULNESS (Cont.)
 Usar a mão não dominante – Fazer algo com a mão que é usada
menos vezes deixa o indivíduo mais alerta para o movimento que faz
e mais concentrado no seu corpo, sendo um exercício excelente para
a prática do foco mental.
 Foco num objeto – O ato de focar um objeto em concreto e analisar
detalhadamente a sua textura, a sua forma e tamanho limpa a mente
de tudo o que é desnecessário e faz o indivíduo focar-se naquilo que é
importante.
 Alimentação consciente – A prática do “mindful eating” promove uma
alimentação saudável e nutricionalmente rica, que melhora a
autorregulação emocional através de uma escolha consciente dos
alimentos. Afinal, somos mesmo aquilo que comemos.
AS MELHORIAS NA QUALIDADE VIDA
COM O MINDFULNESS
• O treino em mindfulness permite aos seus utilizadores reagirem de
uma forma mais racional e pacífica em situações de stress. Pegando
no exemplo do trânsito, uma situação onde as pessoas normalmente
se desgastam muito facilmente, os praticantes de mindfulness terão a
serenidade necessária para não se irritarem com a situação e
saberem qual a melhor atitude a tomar.
• Ao reagirem de uma forma mais ponderada nesta e outras situações,
os adeptos desta prática terão melhorias na sua qualidade de vida.
Além do exemplo dado, é comprovado que também traz benefícios ao
próprio corpo, uma vez que muitos dos problemas corporais que por
vezes o ser humano tem, deve-se ao stress do seu quotidiano
AS MELHORIAS NA QUALIDADE VIDA
COM O MINDFULNESS (Cont.)

• Também a melhoria da felicidade do praticante é outra das


vantagens do exercício de mindfulness.

• Para quem tem uma vida agitada e se sente


constantemente desgastado com o seu quotidiano, esta
prática é uma das melhores que pode usar para aumentar a
qualidade de vida e a saúde da mente.