Vous êtes sur la page 1sur 50

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

“JÚLIO DE MESQUITA FILHO”


Câmpus de Ilha Solteira

Adubos e Adubação

Micronutrientes
Adubos e Adubação
Malavolta (2006) - Co, Ni, Se.

Adubos e Adubação
Micronutrientes
Só recentemente os micronutrientes passaram a ser
utilizados em ampla escala

•Motivos:

-ocupação de áreas de cerrado;

-aumentos das produtividades - maior remoção;

- incorporação inadequada e excesso de calcário;

Adubos e Adubação
Micronutrientes
Só recentemente os micronutrientes passaram a ser
utilizados em ampla escala
•Motivos:

-maior produção de adubos NPK concentrados;

-aprimoramento das análises de solo e foliares;

- poucos trabalhos com calibração de análises de solo e foliar -


são limitações para as recomendações de adubação.

Adubos e Adubação
Micronutrientes – Lei do Mínimo

Sob condições de estado


constante, o nutriente
presente em menor
quantidade (concentração
próxima à mínima
necessária) tende a ter
efeito limitante sobre a
planta.

Adubos e Adubação
Micronutrientes
 São divididos em aniônicos [Boro (B), Cloro (Cl) e Molibdênio
(Mo)] e catiônicos [Cobre (Cu), Manganês (Mn), Zinco (Zn) e
Ferro (Fe)]

 São essenciais para plantas e se caracterizam por serem absorvidos em


pequenas quantidades (da ordem de alguns mg/kg de MS da planta);

 No solo, o teor de micronutrientes é observado na seguinte ordem:


Fe > Mn > Zn > Cu > B > Mo

Adubos e Adubação
Fatores associados a deficiência de
micronutrientes

a) Material de Origem

Adubos e Adubação
Fatores associados a deficiência de
micronutrientes

b) Textura do Solo e Matéria Orgânica


SOLOS ARENOSOS E
POBRES EM MO

DEFICIENTES EM
MICRONUTRIENTES

Adubos e Adubação
Fatores associados a deficiência de
micronutrientes

c) Aeração do Solo
Ferro e Manganês:

A aeração excessiva diminui a solubilidade do ferro e manganês


drenagem
Fe2+ Fe3+ + e-
inundação

drenagem
Mn2+ Mn4+ + O2 + e-
inundação

Solúvel Insolúvel

Adubos e Adubação
Fatores associados a deficiência de
micronutrientes

d) pH

Relação entre o pH do
solo e a disponibilidade
de diversos nutrientes.

Adubos e Adubação
Fatores associados a deficiência de
micronutrientes

e) Queima dos restos culturais

Ex: Volatilização do Boro

Cana-de-açúcar, pastagem
O2
MO (C, H, O, N, P, S e B) H3BO3
SO2
N2

Adubos e Adubação
Fatores associados a deficiência de
micronutrientes
e) Desbalanceamento entre cátions metálicos
1) Inibição: a presença de um íon A, diminui a absorção do íon B

1.1) Competitiva: A e B competem pelo mesmo carregador

Ex: soja (deficiência de manganês) provocada pelo excesso de ferro

B A
Mn2+ Fe2+
Zn2+ Cu2+
Fe2+ Cu2+
Zn2+ Mn2+
Adubos e Adubação
Fatores associados a deficiência de
micronutrientes

e) Desbalanceamento entre íons


1) Inibição: a presença de um íon A, diminui a absorção do íon B

1.1) Não Competitiva: A e B competem por carregadores diferentes

B A
Zn2+ H3BO3
Zn2+ H2PO4-
MoO42- SO42-

Adubos e Adubação
Fatores associados a deficiência de
micronutrientes
e) Desbalanceamento entre íons
2) Antagonismo: a presença de um íon (Ca) não deixa manifestar a
toxidez de outro íon (Cu).

Ex: calda borladesa (Ca x Cu)

3) Sinergismo: a presença de um íon (A) favorece a absorção de


outro íon (B)
B A
H2PO4- Mg2+
MoO42- H2PO4-

Adubos e Adubação
Classes de interpretação dos teores de
micronutrientes de solo

Interpretação dos resultados da análise de solo para o


Estado de São Paulo.

Fonte: Raij et al., 1997.

Adubos e Adubação
Classes de interpretação dos teores de
micronutrientes de solo

Interpretação dos resultados da análise de solo para o


Estado do Espírito Santo.

Fonte: Adpatado de Dadalto e Fullin, 1997.

Adubos e Adubação
NECESSIDADE DE ADUBAÇÃO

Necessidade de Adubação = planta - solo


TOMADA DE DECISÃO

• HISTÓRICO DA
ÁREA
• ANÁLISE DE
PLANEJAMENTO
SOLO
Diagnose visual durante a safra
• ANÁLISE DA
FOLHA
correção
Adubos e Adubação
Avaliação do estado nutricional das plantas:

• DIAGNOSE FOLIAR

• SINTOMAS VISUAIS
►requer acompanhamento e conhecimento;
►+ difícil quando é + de 1 nutriente;
►sintomas visíveis quando a deficiência é aguda.

Adubos e Adubação
SINTOMAS DE DEFICIÊNCIA
Folhas Velhas Folhas Novas

Mo B-Cu-Fe-Mn-Zn
Adubos e Adubação Fonte: Dechen (2010).
Falta ou excesso

Lesão molecular (inibição ou exaltação da atividade


enzimática - na formação de metabólitos; não-formação
excessiva de compostos).

Alteração subcelular (parede, membrana, citoplasma e


organela)

Modificação celular

Lesão no tecido

Manifestação visível.
Adubos e Adubação
Chave simples para diagnose visual de desordem
nutricional em plantas.
Adubos e Adubação
FONTES DE MICRONUTRIENTES
Inorgânicas
Ácidos
Sais
Óxidos - Oxi-sulfatos

Hidróxidos

Silicatos (F.T.E.) – Insolúveis em água


Quelatos sintéticos

Orgânicas
 Quelatos

 Ésteres (Boro)
Adubos e Adubação
FONTES DE MICRONUTRIENTES
BORO:
a) Ácidos - Ácido Bórico: H3BO3 - 17,5% de B
b) Sais
-Bórax: Na2B4O7.10H2O - 10,5% de B

-Solubor/Inkabor: Na2B4O7.5H2O - 20,0% de B

-Ulexita: Na2.2Ca 0,5B2O3.16H2O - 8,0 a 15% de B

-Colemanita: Ca2B6O11.5H2O - 10% de B

Adubos e Adubação
1. Inorgânicas
Sulfatos e cloretos - Solúveis em água
Sulfato de manganês: MnSO4.4H2O 25-28% Mn
Sulfato ferroso: FeSO4.7H2O 19-20% Fe
Sulfato de zinco: ZnSO4.7H2O 21-22% Zn
Cloreto de zinco: ZnCl2 42-45% Zn

Óxidos e hidróxidos - Insolúveis em água


Óxido cúprico: CuO 75% Cu
Óxido de zinco: ZnO 75 - 80% Zn
Óxido de manganês: MnO 63% Mn
Hidróxido de cobre: Cu(OH)2 66% Cu

Adubos e Adubação
FONTES DE MICRONUTRIENTES

OXI-SULFATOS

Solubilização parcial dos óxidos:


ZnO + H2SO4 ZnO + ZnSO4 + H2O

Adubos e Adubação
FONTES DE MICRONUTRIENTES
SILICATOS - Fritas brasileiras e suas características.

Fritas B Co Cu Fe Mn Mo Zn
FTE BR-8 2,50 - 1,00 5,00 10,00 0,10 7,00
FTE BR-9 2,00 - 0,80 6,00 3,00 0,10 6,00
FTE BR-10 2,50 0,10 1,00 4,00 4,00 0,10 7,00
FTE BR-12 1,80 - 0,80 3,00 2,00 0,10 9,00
BR-12 Extra 2,50 - 1,00 3,00 3,00 0,10 15,00
FTE BR-13 1,50 - 2,00 2,00 2,00 0,10 7,00
FTE BR-15 2,80 - 0,80 - - 0,10 8,00
FTE BR-16 1,50 - 3,50 - - 0,40 3,50
FTE BR-24 3,60 - 1,60 6,00 4,00 0,20 18,00

Mais eficientes quando aplicadas na forma de pó fino, a lanço com


incorporação, pois são insolúveis em água.

Adubos e Adubação
FONTES DE MICRONUTRIENTES

QUELATOS SINTÉTICOS

Principais quelatizantes: EDTA, HEDTA, DTPA, EDDHA,


NTA, ácido glucoheptônico, ácido
cítrico.

Vantagens: 2 a 5 vezes mais eficientes que as fontes


inorgânicas quando aplicados ao solo;
custo maior que as fontes inorgânicas (5 a 100
vezes)

Adubos e Adubação
FONTES DE MICRONUTRIENTES

Quelatos
Cobre: Na2Cu EDTA ---> 13% Cu
NaCu HEDTA ---> 9% Cu
Ferro: NaFe EDTA ---> 5 - 14% Fe
NaFe DTPA ---> 10% Fe
Manganês: Mn2 EDTA ---> 12% Mn
Zinco: Na2Zn EDTA ---> 14% Zn

Adubos e Adubação
OUTRAS FONTES DE MICRONUTRIENTES

Calcário

Percentuais dos elementos encontrados nos calcários (dolomítico e


calcítico)

Fonte: Avilla et al. (2007).

Adubos e Adubação
OUTRAS FONTES DE MICRONUTRIENTES

Gesso

Torta de Cinza de
Vinhaça
Filtro Caldeira

Estercos, fertilizantes, inseticidas,


fungicidas, acaricidas, lodo de esgoto,
resíduos de siderurgia, resíduos de
frigoríficos e outros resíduos.

Adubos e Adubação
FORMAS DE APLICAÇÃO
DOS MICRONUTRIENTES
1) Aplicação via foliar: correção rápida, menos
duradoura e corretiva;

2) Aplicação via solo: correção lenta, gradual e


preventiva,

3) Aplicação via semente e,

3) Aplicação via raízes de mudas.

Adubos e Adubação
FORMAS DE APLICAÇÃO
DOS MICRONUTRIENTES
Fatores a serem considerados:
- Fontes de micronutrientes;
- Tipo de solo;
- pH do solo;
- Solubilidade;
- Efeito residual;
- Mobilidade do nutriente e cultura.

Adubos e Adubação
APLICAÇÃO VIA SOLO
A lanço com incorporação: separado ou junto com misturas NPK.
Culturas anuais ou implantação de culturas perenes.

A lanço sem incorporação: separado ou junto com misturas NPK.


Plantio Direto, pastagens implantadas e culturas perenes já formadas.

Em linhas: separado ou junto com misturas NPK, ao lado e abaixo


da semente. Culturas anuais.

Em covas ou valetas de plantio: Incoporadas ao solo nas covas de


plantio das culturas perenes.

Em faixas: aplicação na faixa e incorporação por escarificação,


separado ou junto com misturas NPK. Culturas perenes.

Adubos e Adubação
APLICAÇÃO VIA SOLO

Micronutrientes + mistura de grânulos NPK

- Preparo da mistura próximo à aplicação

- Misturar bem todos os fertilizantes

- Maior problema é a segregação pelo tamanho das


partículas que não são uniformes

- Menor número de locais que recebe os grânulos de


micronutrientes comparado com as misturas granuladas

Adubos e Adubação
APLICAÇÃO VIA SOLO

Incorporação de micronutrientes em
misturas granuladas, fertilizantes simples

- Num mesmo grânulo tem-se os micronutrientes mais


NPK, no caso de mistura granulada.

- Menor problema de segregação.

Adubos e Adubação
APLICAÇÃO VIA SOLO

REVESTIMENTO DO FERTILIZANTE COM


MICRONUTRIENTE

Princípio: mistura, a seco, da fonte de micronutriente


finamente moída com o fertilizante, depois disso um
agente agregante é pulverizado sobre os grânulos.

Ureia revestida com Cu e B (inibidores da urease).

Adubos e Adubação
APLICAÇÃO VIA SOLO

Adubos e Adubação Fonte: Vitti, 2013.


APLICAÇÃO VIA SOLO

Adubos e Adubação Fonte: Vitti, 2013.


APLICAÇÃO VIA SEMENTES
Pequenas doses podem ser aplicadas com exatidão - maior
uniformidade;
Mo e Co para leguminosas – fixação de N
Umedecimento das sementes com a solução que
contém a quantidade desejada de micronutrientes.
Imersão das sementes durante algumas horas, em
solução com micronutrintes
Peletização de sementes com carbonato de cálcio,
fosfato, goma arábica e micronutrientes.
Adubos e Adubação
Aumenta a tolerância
Resistência à pragas e
a estresses abióticos
doenças

Zinco na
semente

Melhora Melhor vigor


a nutrição humana de plântulas
APLICAÇÃO VIA RAÍZES DE MUDAS
Imersão de raízes de mudas em solução ou suspensão com
um ou mais micronutrientes.

Usina
Raízen
Piracicaba

60 DAP

Adubos e Adubação Fonte: Vitti, 2013.


Adubos e Adubação Fonte: Vitti, 2013.
RESPOSTAS DAS CULTURAS

Deficiência de nitrogênio por falta de Mo.


Adubos e Adubação Fonte: Vitti, 2013.
RESPOSTAS DAS CULTURAS

Fonte: http://www.biosoja.com.br/2010/downloads/Informativo%206.pdf

Adubos e Adubação
RESPOSTAS DAS CULTURAS

Adubos e Adubação
CONCLUSÕES

Recomenadação de adubação: histórico da área, análise do


solo e análise foliar;

As fontes de fertilizantes com micronutrientes podem ser:


orgânicas, inorgânicas e,

A adubação com micronutrientes pode ser via solo, via


foliar, via sementes e via raízes de mudas.

Adubos e Adubação
LITERATURAS CONSULTADAS E INDICADAS
PARA ESTUDOS

RAIJ, B. van. Fertilidade do Solo e Manejo de NOVAIS, R.F (Eds.) Fertilidade do Solo. Sociedade
Nutrientes. Piracicaba: International Pant Nutrition Brasileira de Ciência do Solo. Viçosa, MG, 2006.
Institute. 2011. 420p 432p.

Adubos e Adubação
LITERATURAS CONSULTADAS E INDICADAS
PARA ESTUDOS

MALAVOLTA, E. Manual de nutrição mineral de PROCHONOW, L.I. et al. Boas práticas para uso
plantas. Editora Ceres, São Paulo. 2006. 638p eficiente de fertilizantes. Vol.2. IPNI, Piracicaba.
2010. 362p

Adubos e Adubação