Vous êtes sur la page 1sur 7

Releitura(s)

“A Abóbada”
Outras Expressões, 12.º ano
“A Abóbada”
Estruturação da narrativa

I O cego

II Mestre Ouguet

III O auto

IV Um rei cavaleiro

V O voto fatal

Outras Expressões, 12.º ano


“A Abóbada”
Relações entre personagens

Afonso
Domingues
Rivalidade Respeito
profissional Admiração
Amizade

Mestre D. João I,
Ouguet Mestre de Avis

Outras Expressões, 12.º ano


“A Abóbada”
Relações entre personagens
Na defesa dos valores nacionais e populares, que
considerava sinónimos, Herculano evidencia o contraste entre
Afonso Domingues e Mestre David Ouguet, ridicularizando o
irlandês, como homem e como arquiteto, por meio de uma
caricatura, que poderá considerar-se a expressão da anglofobia
do autor, mas serve também de pretexto para criticar com ironia
um vício bem português: a preferência, ou o respeito, pelo que
é estrangeiro, mesmo que de inferior qualidade, em
comparação com o que o país possui ou poderá produzir.
 
FERREIRA, Maria Ema Tarracha, 1988. “Introdução”. In HERCULANO, Alexandre, 1988. Lendas e Narrativas.
Lisboa: Biblioteca Ulisseia de Autores Portugueses

Outras Expressões, 12.º ano


“A Abóbada”
Características do herói romântico

. Honrado
. Voluntarioso
. Inconformado
. Insubmisso
. Incompreendido
. Justo
. Persistente
. Ser superior, excecional
Outras Expressões, 12.º ano
“A Abóbada”
Imaginação histórica e sentimento nacional

Tempo histórico: Idade Média (século XV).

Recriação literária de acontecimentos reais


(construção e reconstrução da abóbada da Sala
do Capítulo do Mosteiro da Batalha).

Aproveitamento do tema para exploração da


temática nacionalista (oposição Mestre
Domingues/Mestre Ouguet).
Outras Expressões, 12.º ano
“A Abóbada”
Imaginação histórica e sentimento nacional

PAIS, Amélia Pinto, 2004. História da Literatura em Portugal – Uma perspetiva didática.
Vol. 2. Porto: Areal

Outras Expressões, 12.º ano