Vous êtes sur la page 1sur 35
Cimento Produção mais Limpa
Cimento
Produção mais Limpa
Cimento Produção mais Limpa
Cimento Produção mais Limpa
Objetivo:
Objetivo:

Apresentar

a história,

as etapas

que constituem o

processo de fabricação e os impactos que estas causam.

Transmitir conhecimento básico e sobre tudo formar

idéias sobre um processo mais cimento.

limpo da produção

de

Definição :
Definição :

É um produto homogêneo, com variedade limitada de tipos e com especificações e processo de fabricação semelhante

em

todo

 

o

mundo.

Um pó fino portador de propriedades de aglomeração, que

se

enrijece

logo

que

entra

em

contato

com

a

água.

O cimento é o componente básico do concreto, que é o

material mais consumido no planeta depois da água.

Historia :
Historia :
Historia : A procura por segurança e durabilidade para as edificações conduziu o homem à experimentação

A procura por segurança e durabilidade para as edificações conduziu o homem à experimentação de diversos materiais aglomerantes. Os romanos chamavam esses materiais de "caementum", termo que originou a palavra cimento.

O engenheiro John Smeaton, por volta de 1756, procurava um

aglomerante que endurecesse mesmo em presença de água, de

modo a facilitar o trabalho de reconstrução do farol de Edystone, na Inglaterra. Em suas tentativas, verificou que uma mistura calcinada de calcário e argila tornavam-se, depois de

seca, tão resistentes quanto às pedras utilizadas nas

construções

Historia :
Historia :

Joseph Aspdin, em 1824, patenteou a descoberta, batizando-a de cimento Portland.

O cimento Portland desencadeou uma verdadeira revolução na construção, pelo conjunto inédito de suas

propriedades de moldabilidade, hidraulicidade (endurecer tanto na presença do ar como da água),

Historia : • Joseph Aspdin, em 1824, patenteou a descoberta, batizando-a de cimento Portland. • O

elevadas resistências aos esforços e por ser obtido a partir de matérias-primas relativamente abundantes e disponíveis na natureza.

Historia :
Historia :

A importância do cimento cresceu em escala geométrica, a partir do concreto

simples, passando ao concreto armado e finalmente, ao concreto protendido.

Obras cada vez mais arrojadas e indispensáveis, que propiciam conforto, bem-estar : barragens, pontes, viadutos, edifícios, estações de tratamento de água, rodovias, portos e aeroportos

O cimento um dos produtos mais consumidos da atualidade.

Historia : • A importância do cimento cresceu em escala geométrica, a partir do concreto simples,
Matéria prima:
Matéria prima:

Calcário Argila Minério de ferro Gesso

Processo de fabricação:
Processo de fabricação:

Via seca Via úmida

Processo de fabricação: • Via seca • Via úmida Os materiais são minerados e britados de

Os materiais são minerados e

britados de forma bem parecidas e o cimento obtido nos dois casos é

idêntico

A diferença entre eles é bem notável no processo de moagem, mistura e queima.

No processo por via seca a mistura é moída totalmente seca e alimenta o forno em forma de pó.

Processo seco e Processo úmido
Processo seco e Processo úmido

No processo por via úmida a mistura é moída com a adição de aproximadamente 40% de água, entra no forno rotativo sob a

forma de uma pasta de lama.

A obtenção do cimento por via úmida é a mais antiga e mais eficaz para obter a homogeneização de materiais sólidos

Processo seco e Processo úmido
Processo seco e Processo úmido

Os fornos utilizados no processo por via seca possuem

instalações de moagem e do forno muito mais complexas em

relação ao forno por via úmida.

Processo seco e Processo úmido Os fornos utilizados no processo por via seca possuem instalações de
Processo seco e Processo úmido Os fornos utilizados no processo por via seca possuem instalações de
Processo seco e Processo úmido
Processo seco e Processo úmido

O processo seco tem a vantagem determinante de economizar combustível já que não tem água para evaporar no forno.

O

forno de

um processo por via

é mais

seca

curto

que um

forno por via úmida, porém suas instalações de moagem e do

forno são muito mais complexas.

Mineração:
Mineração:
Mineração: Calcário: Extraído de pedreiras, normalmente a céu aberto e a extração da pedra pode ser
Calcário:
Calcário:

Extraído de pedreiras, normalmente a

céu aberto e a extração da pedra pode

ser mecânica ou com explosivos.

Mineração: Calcário: Extraído de pedreiras, normalmente a céu aberto e a extração da pedra pode ser
Argila:
Argila:

Feita normalmente, em regiões próximas

a matas ciliares.

Em seguida, são trituradas e transportadas para a fábrica onde são britadas a fim de reduzir

Em seguida, são trituradas e transportadas para a fábrica onde são britadas a fim de reduzir a dimensão dos blocos a fragmentos de pequenas dimensões

Para se obter uma composição ideal das matérias-primas,

uma mistura homogenização

precisa

e

rigorosa

é

realizada:

é

a

pré-

Esquema de um Britador de Mandíbulas.
Esquema de um Britador de
Mandíbulas.
Esquema de um Britador de Mandíbulas. granuloméeria adequada (em torno de 10 cm)
Esquema de um Britador de Mandíbulas. granuloméeria adequada (em torno de 10 cm)

granuloméeria adequada (em torno de 10 cm)

A moagem das matérias-primas produz um pó fino conhecido como cru que é pré-aquecido e em

A moagem das matérias-primas produz um pó fino conhecido

como cru que é pré-aquecido e em seguida introduzido em um

forno rotativo.

O material é aquecido a uma temperatura de 1.500º C (por uma chama de 2.000º C), antes de ser subitamente resfriado por rajadas de ar. Assim é produzido o clínquer, o material básico

necessário para a produção de todos os tipos de cimento

Interior de um forno de cimento

Interior de um forno de cimento

Após a passagem pelo forno o material é bruscamente resfriado .. Uma pequena quantidade de gesso

Após a passagem pelo forno o material é bruscamente resfriado..

Uma pequena quantidade de gesso (3 a 5%) é adicionada ao clínquer para

regular como o cimento endurecerá (tempo de pega). A mistura é então

finamente moída para se obter o "cimento puro".

Diferentes materiais mineiras, chamados de "aditivos", podem ser adicionados além do gesso. Usadas em variadas proporções, essas adições, que podem ser recursos naturais ou sub-produtos industriais, dão ao cimento propriedades específicas como redução de impermeabilidade, resistência a sulfatos e ambientes agressivos, melhor desempenho e acabamento.

Finalmente, o cimento é armazenado em silos antes de ser enviado a granel ou em sacos
Finalmente, o cimento é armazenado em silos antes de ser enviado a granel ou em sacos

Finalmente,

o

cimento

é

armazenado em silos antes de

ser enviado

a granel

ou

em

sacos

para

os

pontos de

consumo

Tipos de cimento:
Tipos de cimento:
TIPO DE CIMENTO RESISTÊNCIA A COMPRESSÃO (Mpa) APLICAÇÃO 3 dias 7 dias 28 dias CPIIF32– cimento
TIPO DE CIMENTO
RESISTÊNCIA A COMPRESSÃO (Mpa)
APLICAÇÃO
3 dias
7 dias
28 dias
CPIIF32– cimento portland
comum
Aplica-se a obras diversas,
concreto simples, concreto
10
20
32
armado, não sendo utilizado
para desenformas rápidas e
para uso em águas marinhas.
Utilizado para desenformas
CPIIF40 – cimento portland
14
24
40
rápidas, e resistências
mecânicas maiores em tempo
menor. Usando também na
fabricação de pré-moldados:
telhas, caixas de água etc.
Seu emprego é generalizado
em obras de concreto simples
AF 32 – cimento de alto
forno
10
18
32
e concreto armado, além
disso, é indicado em concreto
exposto a águas agressivas
como água do mar e
sulfatadas, dentro de certos
limites.
Tipos de cimento:
Tipos de cimento:
TIPO DE CIMENTO RESISTÊNCIA A COMPRESSÃO (Mpa) APLICAÇÃO 3 dias 7 dias 28 dias POZ 32
TIPO DE CIMENTO
RESISTÊNCIA A COMPRESSÃO (Mpa)
APLICAÇÃO
3 dias
7
dias
28 dias
POZ 32 – cimento portland
pozolânico
Seu emprego é generalizado
não havendo contra-indicação
10
18 32
desde que respeitadas suas
peculiaridades como às
menores resistências nos
primeiros dias.
24 h
3
dias
7 dias
CP ARI – cimento portland
de Alta Resistência Inicial
É especialmente empregado
quando se necessita
11
22
35
desenforma rápida.
Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

A utilização de combustíveis alternativos

A produção do cimento requer quantidades grandes de energia, de matéria prima e de combustíveis fósseis, principalmente de carvão, óleos combustíveis e gás natural nos fornos.

Pneus usados; Óleos usados ou solventes; Plásticos, tecidos e resíduos de papel; Biomassa (resíduos de animais e de madeira).

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

Os fornos usado na produção do cimento são adaptados

para receber esses combustíveis alternativos uma vez que devido à alta temperatura do forno e o longo tempo de

exposição, a queima desses combustíveis é realizada quase

que completamente, diminuindo assim a emissão de poluentes perigosos como dioxinas e furanos

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais
Impactos Ambientais A queima de libera uma pneus maior quantidade de energia que o carvão, e

A

queima

de

libera

uma

pneus

maior

quantidade de energia

que o carvão, e quando

sua queima

maneira

é

feita de

e

controlada

correta,

as

emissões

não são maiores que a

de outros combustíveis

e em alguns

casos

o

seu uso pode promover

até

a

redução

nas

emissões de CO2, NO2

e de SO2.

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

Deste modo, é importante ressaltar que o uso dos combustíveis

alternativos deve promover não apenas a proteção do meio

ambiente, mas a saúde e segurança dos trabalhadores e da população local.

O

de

qualquer

combustível

alternativo requer

uso

procedimentos especiais de operação e de monitoramento, assim como de planos de emergência com o envolvimento da comunidade potencialmente afetada.

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

O uso de adições ao cimento

A adição de alguns aditivos ao cimento, como escórias siderúrgicas, cinzas de termelétricas e fíler calcário, possibilita a diminuição da quantidade do clínquer usado na

fabricação do cimento.

Reduz

a

emissão

de

combustíveis no forno

calcário (calcinação).

CO2

e

proveniente

da

queima

de

da transformação química do

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

A utilização de aditivos possibilita um novo destino a vários resíduos produzidos por outras indústrias, diminui a utilização

do calcário e preserva recursos energéticos.

A tabela a seguir mostra as principais características para cada tipo de adição.

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

Substituto do

Fonte

Características

Características

Estimativa anual

Disponibilidade

clínquer

positivas

limitantes

do nível de produção

Escória de alto

Produção de

Melhora na

Maior demanda de

200

milhões de

Os volumes da

forno

ferro e aço

resistência química

eletricidade para

toneladas

produção futura de

e aumento da resistência a longo prazo

moagem e diminuição da resistência inicial

 

(2006)

ferro e aço são difíceis de prever

Cinzas

Gases de

Menor demanda de

Diminuição da

500

milhões de

Depende dos planos

água,

resistência inicial;

toneladas

combustão de fornos a carvão

melhoramento das condições de trabalho, aumento da força a longo prazo, melhor durabilidade (dependendo da

disponibilidade pode ser afetada por trocas de combustível no setor de geração de energia elétrica

 

(2006)

de expansão do setor elétrico

Pozolanas

Manufatura

aplicação) Similar a pozolana

Requirimento de

Desconhecido

Disponibilidade muito

artificiais

específica

natural

energia extra em decorrência da calcinação

limitada devido a restrições econômicas

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

Substituto

Fonte

Características

Características

Estimativa

Disponibilidade

do clínquer

positivas

limitantes

anual do nível de produção

Pozolanas natrurais (ex.:

Vulcões, algumas rochas

Contribui para um desenvolvimento

A maioria das pozolanas naturais

300 milhões de toneladas

A disponibilidade depende da situação

cinzas

sedimentares,

forte, pode

levam a uma

(2003), mas

local muitas regiões

vulcânicas,

outras

apresentar

redução na força a

apenas 50% é

não tem a matéria

casca de

indústrias

melhores

curto prazo, as

usado

prima disponível

arroz, sílica)

condições de trabalho, melhora na resistência química e aumento da resistência a longo prazo

propriedades do cimento podem variar significamente

Calcário

Pedreiras

Melhora nas

Para manter a força

Desconhecido

Imediatamente

condições de

talvez seja

disponível

trabalho

necessário

aumento de energia para moer clínquer

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

Emissão de material particulado

Deste a detonação das matérias primas, britagem,mistura, trituração do

cimento, o empacotamento, transporte que muitas vezes é feito em

estradas não pavimentadas gera material particulado.

Para controlar essas emissões são empregados precipitadores eletrostáticos, múltiplos ciclones e filtros-manga. Também são utilizados lavadores, que são mais eficazes no controle das emissões de óxidos de enxofre. Técnicas essas que não possuem alto custo, e que apresentam uma significativa redução na geração de poeira com custo adicional pequeno.

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

Também pode ser feito o controle do material particulado nas operações efetuadas nas fábricas, como:

Usar trituradores com cobertura;

Estabelecer pontos de transferência de material e de armazenamento com cobertura;

Instalar coletores de material particulado ou outros filtros onde

necessário; Utilizar sprinklers e sprays estabilizadores nas pilhas de

armazenamento,

Paisagismo e re-vegetação do sítio.

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

Resíduos sólidos

Durante a produção do clínquer são gerados alguns resíduos sólidos

indesejáveis, formados basicamente de rochas e material sólido

Afim de minimizar os impactos promovidos por esses resíduos podem ser adotada salgumas medidas:

Reciclar o material particulado, diminuindo assim o volume final de resíduos; Incinerar os resíduos durante o processo de queima, quando possível; Usar rochas e outros resíduos sólidos para recuperar minas; Dispor adequadamente o material que não pode ser queimado ou reaproveitado nos processos ou na recuperação da área da mina.

Impactos Ambientais
Impactos Ambientais

Ruído e vibração

As maquinas pesadas normalmente utilizadas na fabricação do cimento (britadores, sopradores, compressores e etc.) são as principais fontes de ruído e vibração.

Medidas de mitigação incluem supressores de ruídos, regulação de distância mínima entre fontes de ruídos e trabalhadores, isolamento das fontes de ruído, e a provisão de protetores auriculares para os empregados em áreas que

o nível de ruído excede o limite.

Obrigada!
Obrigada!